Padronização e hierarquia são pré-requisitos na hora de fazer o Currículo Lattes

Se você quer seguir a carreira acadêmica, participar de grupos de pesquisas e de instituições de ensino, o primeiro passo é preparar o Currículo Lattes. Assim como o Currículo Vitae, mais focado na experiência profissional, o Lattes reúne as informações e trajetória do candidato. Criado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em 1999; tem o […]

Padronização e hierarquia são pré-requisitos na hora de fazer o Currículo Lattes

Se você quer seguir a carreira acadêmica, participar de grupos de pesquisas e de instituições de ensino, o primeiro passo é preparar o Currículo Lattes. Assim como o Currículo Vitae, mais focado na experiência profissional, o Lattes reúne as informações e trajetória do candidato.

Criado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em 1999; tem o objetivo de padronizar o registro curricular dos pesquisadores brasileiros e tornar-se um instrumento de avaliação de alunos, professores e pesquisadores.

O documento é bastante utilizado no ambiente acadêmico, em muitos processos seletivos (lato sensu ou stricto senso) ou mesmo nos concursos públicos. Para receber bolsas dos órgãos públicos, por exemplo, ter um Currículo Lattes é obrigatório!

Apesar de padronizado, é importante ficar atento ao preenchimento da plataforma Lattes. O coordenador  do Núcleo de Iniciação Científica, Lucas Gamonal, e a bibliotecária Thaís Harumi, ambos da Faculdade  Senac – campus Barbacena, dão algumas dicas:

O conteúdo continua após o anúncio

– É estruturado de forma hierárquica, ou seja, a cada módulo disponível, inúmeras áreas estão contempladas, permitindo assim que você faça as escolhas mais assertivas para a descrição das suas produções acadêmicas.

– Dentro de cada módulo, explicações estão disponíveis para auxiliar no preenchimento do currículo, sanando possíveis dúvidas que possam surgir ao longo do preenchimento.

– Recomenda-se que todas as informações sobre a trajetória do pesquisador, como sua formação acadêmica, as atuações profissionais, a participação em eventos e outros registros sejam feitos. Contudo, é válido ter bom senso, já que a plataforma é pública e pode ser abertamente acessada.

– É importante garantir a veracidade das informações. Em muitos processos, será necessária a apresentação e comprovação dos dados e certificados.

​Curiosidade: O ícone que deu nome ao Currículo Lattes foi o físico Césare Mansueto Giulio Lattes, mais conhecido como César Lattes, um dos pesquisadores mais conhecidos de sua geração. Lattes teve grande importância no desenvolvimento científico no Brasil e no mundo, sendo reconhecido e homenageado até hoje. (Fonte Senac)

Serviços relacionados