Como surgiu a Semana do Brasil

Iniciativa de celebrar o período surgiu no cenário do comércio para tornar o mês de Setembro mais lucrativo para vários setores da economia

Como surgiu a Semana do Brasil

A Semana do Brasil foi criada pela SECOM (Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República). O objetivo dela é estimular o crescimento econômico em Setembro, mês considerado pouco favorável para o comércio.

A justificativa até que é bem plausível. Vejamos: em janeiro e fevereiro o carnaval e o verão brasileiro asseguram o movimento do turismo, gerando uma boa renda para hotéis, restaurantes e comércios regionais.

Já o coelho da Páscoa aparece entre Março e Abril com o intuito de estimular as vendas nesse período.

Maio conta com um reforço de peso: o dia das mães. Já o mês de Junho tem o dia 12 como um bom motivo para abrir a carteira.

Além disso, Junho também é movimentado pelas comemorações das festas juninas que, em alguns casos, respinga também em alguns dias de Julho.

Agosto é aquecido pelo dia dos pais, enquanto Outubro apresenta o dia das crianças. Em Novembro já inicia o aquecimento de compras para o Natal e para o Ano Novo, culminando em Dezembro repleto de amigos secretos abrindo e dando presentes.

Diante disso, sobrou Setembro no calendário, aparentemente sem uma data comemorativa para chamar de sua e, portanto, sem um estímulo para os consumidores aquecerem as compras no comércio.

A semana que salva a pátria

Foi por isso, para tornar o mês de Setembro relevante para o comércio e o empreendedorismo, que foi criada a Semana do Brasil.

A Semana do Brasil surgiu com o objetivo de lembrar o dia mais importante de setembro (o dia 7, esse mesmo, em que celebramos a nossa independência), aliando a ele maneiras de incentivar o desenvolvimento do comércio nacional.

Essa semana, em 2019, ocorre do dia 6 até o dia 15 de setembro. Essa iniciativa é uma união do poder público e do setor privado com o propósito bem claro: movimentar a nossa economia ao mesmo tempo em que valoriza o sentimento de patriotismo.

Sendo assim, entre os principais propósitos da Semana do Brasil está o desenvolvimento do comércio tanto das grandes quanto das microempresas. Inclusive, estimular o turismo interno.

Alguns exemplos são as empresas do setor de hotelaria, como a Rede Atlântica de Hotéis e empresas do segmento de telefonia móvel, como a Claro. Essas empresas já efetuaram cadastro entre os participantes da Semana do Brasil.

Por isso, se prepare para conhecer ofertas em pacotes de viagem e planos vantajosos para o seu telefone celular.

O conteúdo continua após o anúncio

Mês da independência e também de lucros

Como vimos, a Semana do Brasil surgiu do esforço de melhorar a nossa economia junto com o objetivo de incentivar os valores da pátria. Desse modo, de um lado temos o governo federal apostando na divulgação da Semana do Brasil.

Com isso, o governo estimula as empresas públicas a fazerem parte desse evento importante para a nossa economia.

Já de outro lado, a gente tem as empresas privadas elaborando promoções, descontos especiais, bem como produtos e serviços temáticos. Tudo para tornar forte as vendas e também a marca Semana do Brasil.

Para se ter uma ideia, tanto os estabelecimentos físicos quanto as lojas online podem ser decoradas levando em consideração a temática de patriotismo e valorização nacional. Além disso, esse tipo de temática confere ainda mais visibilidade de marca.

Vale destacar que os Correios também estão auxiliando na divulgação por meio de selos relacionados ao tema. Outro aspecto importante será o Sebrae de São Paulo, que vai criar uma série de ações destinadas para quem é empreendedor.

Falando nisso, quem quer a oportunidade de inscrever a sua empresa na Semana do Brasil deve acessar o site oficial do evento.

Chance para o físico e o virtual

Como foi possível perceber, a Semana do Brasil surgiu no cenário do comércio para tornar o mês de Setembro mais lucrativo para vários setores da economia.

Entre as empresas que já estão cadastradas, estão até mesmo algumas instituições financeiras como, por exemplo, o Banco do Brasil, que vai apresentar ofertas capazes de facilitar a obtenção de créditos por parte dos clientes.

Não custa destacar também que essa semana de Setembro será vantajosa para quem investe em uma loja virtual. Um exemplo disso na prática são empresas de web hosting com promoções em hospedagem de site e certificado SSL.

Levando em conta que o certificado SSL é fundamental para garantir a segurança em uma loja virtual, pois ele mantém a proteção do site e dos dados que trafegam nele. Está aí mais um motivo para aproveitar essa semana de vantagens.

Se você tem ou até pretende investir em um e-commerce, fique atento para o que a Semana do Brasil pode preparar para esse segmento.

Conclusão

Se lá fora eles fazem a Black Friday, vamos aproveitar o mês de Setembro para criar um movimento de incentivo ao comércio com um “tempero” bem nacional.

Portanto, seja você é um consumidor ou um empresário, aproveite a Semana do Brasil para celebrar o orgulho patriota beneficiando, ao mesmo tempo, a Economia do nosso país.

 

MAIS NOTÍCIAS