Governo de Minas aplicará R$ 560 milhões em municípios afetados pelas chuvas

Há também esforço de empresas como BDMG,  Cemig, Copasa e Emater para que sejam apresentadas ações para auxiliar os mineiros que passam por momento de grande dificuldade

Governo de Minas aplicará R$ 560 milhões em municípios afetados pelas chuvas
Raposos foi uma das cidades afetadas pelas chuvas no estado – Foto: Corpo de Bombeiros

Parte do secretariado estadual se reuniu no último sábado (15), no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Administrativa, e definiu que os R$ 560 milhões anunciados na sexta-feira (14) pelo governador Romeu Zema (Novo) para auxiliar as cidades mineiras atingidas pelas fortes chuvas em Minas Gerais serão focados em três grandes ações: auxílio às pessoas, apoio aos municípios e infraestrutura estadual.

Segundo o secretário geral do Estado, Mateus Simões, que coordenou a reunião, as secretarias estão finalizando as ações para que o detalhamento seja divulgado já no início da semana.

“Após o governador anunciar os R$ 560 milhões, a discussão é sobre onde aplicar esse recurso de forma mais efetiva para atender públicos diferentes: de um lado as pessoas que foram efetivamente atingidas e que ainda não conseguiram voltar para suas casas, e, de outro lado, as prefeituras que estão com muita dificuldade em restabelecer o funcionamento das cidades, que foram muito afetadas”, explicou o secretário.

Governo de Minas aplicará R$ 560 milhões em municípios afetados pelas chuvas
Reunião do Governo de Minas Gerais realizada na último sábado para definir ações de apoio aos atingidos pelas chuvas – Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG

Ainda segundo Simões,  há também esforço de empresas como BDMG,  Cemig, Copasa e Emater para que sejam apresentadas ações para auxiliar os mineiros que passam por momento de grande dificuldade.

“O detalhamento completo das ações vai estar pronto ainda neste domingo (16). As equipes estão trabalhando ininterruptamente ao longo do final de semana  para que essas ações sejam validadas com o governador e  anunciadas ainda no início imediato da semana”, completou o secretário.

Até este sábado, 377 cidades estão em situação de emergência em Minas, mais de 44% do estado. Segundo Boletim de Defesa Civil, além de 25 mortos há cerca de 52 mil desabrigados e desalojados em Minas Gerais.

Presenças

Participaram da reunião os secretários Igor Eto (Segov) , Luisa Barreto (Seplag) , Gustavo Barbosa (Fazenda), Fernando Marcato (Seinfra), lizabeth Jucá (Sedese), Ana Valentini (Seapa), Marília Melo (Semad), Fernando Passalio (Sede).

Também participaram os presidentes Carlos Eduardo Castro (Copasa), Sérgio Gusmão (BDMG), Robson Carlindo Santana (DER-MG), Otávio Maia (Emater), e o coordenador estadual de Defesa Civil, coronel Osvaldo de Souza, além de representantes da Cemig.

* Com informações da Agência Minas.

MAIS NOTÍCIAS