Governo municipal agenda reunião para discutir maternidade do HNSD

SMS afirma que não se furtará em “contribuir com as discussões e construções de alternativas”

Governo municipal agenda reunião para discutir maternidade do HNSD
O governo municipal tomou conhecimento da inviabilidade financeira do setor materno-infantil após ofício encaminhado pelo HNSD. Foto: Arquivo DeFato
O conteúdo continua após o anúncio


Procurado por DeFato, o governo municipal se manifestou sobre a eventual desativação da maternidade do Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD). Segundo nota enviada pela Assessoria de Comunicação, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) agendou para quinta-feira (11) uma reunião com a direção do HNSD para tratar o impasse. Além da titular da pasta, Eliana Horta, deve participar da agenda o vice-prefeito Marco Antônio Gomes (PL).

“A reunião servirá para que a atual gestão da SMS possa conhecer mais profundamente a situação da maternidade do HNSD e todas as suas variantes, bem como proporcionará ao município maior embasamento para definição de eventuais estratégias em parcerias com os demais atores envolvidos”, cita o texto enviado.

A Prefeitura tomou conhecimento da inviabilidade financeira do setor materno-infantil no mês passado, quando recebeu ofício encaminhado pelo HNSD, em pedido por intervenção e apoio.

“Desde então, a gestão municipal tem acompanhado as discussões em torno desse tema que é muito importante para todo o sistema de saúde – não só de Itabira, mas para a região como um todo”, reiterou a nota.

Outras informações poderão ser prestadas após a reunião, de acordo com a Prefeitura. “O município compreende a importância do tema e não se furtará em contribuir com as discussões e construções de alternativas”, conclui o comunicado.

 

PESQUISA

O que você acha sobre o possível fechamento da maternidade do Hospital Nossa Senhora das Dores?

Clique neste link e responda à pesquisa de DeFato.

MAIS NOTÍCIAS