Insatisfeitos com a Prefeitura de Monlevade, permissionários querem reunião com vereadores

Motivo são as áreas permissionadas aos empresários, prática feita em governos anteriores. Valores e prazo de pagamento não agradam empresários

Insatisfeitos com a Prefeitura de Monlevade, permissionários querem reunião com vereadores
Mais uma polêmica sobre as áreas permissionadas terá que ser intermediada pelos vereadores – Foto: Arquivo/DeFato

Os empresários que ocupam áreas permissionadas em João Monlevade estão insatisfeitos com a posta da Prefeitura local no que se refere à situação deles. A principal reclamação é a exigência, firmada em Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que os proprietários revertam à Administração Municipal o valor que já investiram em melhorias nas áreas. Os permissionários só concordam em pagar pelos terrenos caso tenham interesse em permanecer neles.

Os pontos polêmicos estão no acordo firmado entre Prefeitura e Ministério Público. O empresário que quiser permanecer no local terá que pagar o valor do imóvel, acrescido de 25%. A decisão não agrada a todos.

O conteúdo continua após o anúncio

Os empreendedores afirmam que a Prefeitura já vem fazendo a medição das áreas e os cálculos, e que os mesmo são muito altos. No entanto, aqueles que não aderirem ao acordo judicial terão que devolver os imóveis à Prefeitura e perder o investimento feito durante os anos que ali permaneceram.

Segundo um empresário relatou à reportagem, o prazo para pagamento é outro ponto de desacordo entre as partes. Uma reunião anterior teria acontecido junto ao Jurídico do Executivo, sem sucesso. Assim, está agendado novo encontro, desta vez com vereadores e com participação da Prefeitura, para debater a questão.

MAIS NOTÍCIAS