Itabirano faz melhor marca do ano e é campeão do Troféu Brasil no salto em altura

Talles Silva superou frustrações de competições anteriores e comemorou muito quando ultrapassou o sarrafo e sagrou-se vencedor do principal campeonato de atletismo do país

Itabirano faz melhor marca do ano e é campeão do Troféu Brasil no salto em altura
Talles Silva levou a medalha de ouro no Troféu Brasil de Atletismo – Foto: Wagner Carmo/CBAt

O itabirano Talles Frederico Sousa Silva, 28 anos, sagrou-se campeão, nesse fim de semana, do 38º Troféu Brasil de Atletismo no salto em altura, disputado em Bragança Paulista, no interior de São Paulo. Para chegar ao lugar mais alto do pódio, o atleta precisou bater a sua melhor marca do ano. Ultrapassou o sarrafou a 2,21 metros e comemorou muito quando aterrissou.

A comemoração teve um misto de felicidade e superação. Talles chegou ao Troféu Brasil frustrado por não alcançar os resultados esperados em competições anteriores. No principal campeonato de atletismo do país, tentou por duas vezes saltar a 2,18 metros, mas falhou. Ao ver os principais concorrentes superarem a marca, seguiu o conselho do técnico e arriscou a última tentativa já a 2,21.

“E com somente uma tentativa para o 2,21, foi uma daquelas que o sarrafo balança um pouco e fica parado lá. Para quem acompanhou este meu ano, talvez entenda o porquê da gritaria e emoção em acertar esta marca neste momento”, descreve o atleta.

Os outros dois concorrentes não conseguiram saltar a 2,21 e o título acabou com o itabirano. Talles ainda tentou saltar a 2,25, para melhorar sua marca, mas falhou nas três tentativas.

Foi a segunda vez que Talles Silva leva a medalha de ouro no Troféu Brasil. Ele disputa a competição desde 2008 e já havia garantido o título em 2012. Também coleciona vários vices no campeonato.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Campeão do XXXVIII Troféu Brasil de atletismo . Que prova diferente foi essa de hoje . Fiz duas tentativas falhas no 2.18 e meu técnico falou para usar a ultima tentativa na próxima altura no caso 2.21. E com somente uma tentativa para o 2.21 ela foi uma daquelas que o sarrafo balança um pouco e fica parado la . Pra quem acompanhou esse meu ano talvez entenda o porque da gritaria e emoção em acerta um 2.21 nesse momento . MUITO OBRIGADO A TODOS QUE ME APOIARAM FAMÍLIA AMIGOS EQUIPE @ecpinheiros @cdafab . . . . . . . . . @cdafab @ecpinheiros @atletismo.brasil #tallesfsilva #saltando #saltoemaltura #fly #icanfly #ican #hj #jumpstyle #jumping #jumperman #jumperman #Jump #jumper #ecpinheiros #ecp #atletismo #atletamilitar #fab #forçaaereabrasileira #forcaaerea #highjump

Uma publicação compartilhada por Talles Frederico Sousa Silva (@tallesfsilva) em

De olho em Tóquio

A obsessão de Talles Silva é novamente sentir o gostinho de disputar os Jogos Olímpicos. Ele participou da competição no Rio de Janeiro, em 2016, e agora tem o objetivo de ser um dos brasileiros que irão a Tóquio no ano que vem. Para isso, terá que subir um pouco mais o sarrafo.

A melhor marca da carreira de Talles é 2,30 metros. Para ir às Olimpíadas, precisa saltar para 2,33, ou então acumular pontuações o suficiente nas competições que disputar. “Este ciclo está sendo de muitas experiências novas. E, tudo dando certo, vai ser bem interessante, pois já venho com uma Olimpíada e dois Mundiais de experiência”, comenta o itabirano.

Antes do Japão, a próxima parada de Talles é também do outro lado do mundo. Em outubro ele embarca para a China, onde disputa o Campeonato Mundial Militar. O itabirano é sargento temporário da Aeronáutica e representará as Forças Armadas do Brasil no salto em altura.

Partiu do terrão

Nascido em Rio Piracicaba, Talles foi registrado em São Gonçalo do Rio Abaixo e radicado em Itabira. Por ter vindo bem novo para a cidade de Drummond, se considera itabirano. Iniciou seus primeiros pulos há mais de uma década, na pista de terra da Escola Estadual Trajano Procópio de Alvarenga Silva Monteiro (Premen).

Naquela época, o rapaz, com 14 para 15 anos, aguardava o início do treino de handebol e quis brincar de saltador. O pedido foi aceito pela treinadora Francislene Silva. Talles tomou distância, correu e pulou. O desempenho chamou atenção da professora, que logo o convidou para integrar a equipe de atletismo da escola.

Treinando na pista de atletismo do Premen, Talles competiu pelo Sul-Americano Menor em 2008, Sul-Americano Juvenil e Pan-Americano Juvenil, em 2009, e no Sul-Americano sub-23 e Mundial de Atletismo Juvenil, em 2010.

Como o destaque era grande, em 2010 Francislene entrou em contato com Kiyoshi Takahashi, técnico do Esporte Clube Pinheiros, de São Paulo, para avaliar o jovem. Aprovado, a partir de então, Talles se mudou para a capital paulista, onde está até hoje.