Jovem é preso acusado de estuprar a avó deficiente visual em Itabira

A idosa de 69 anos disse que estava dormindo quando foi atacada pelo neto; rapaz falou à polícia que estava sob o efeito de drogas

Jovem é preso acusado de estuprar a avó deficiente visual em Itabira

Um jovem de 19 anos foi preso acusado de estuprar a própria avó em Itabira (região Central de Minas Gerais). A idosa de 69 anos é deficiente visual.

A ocorrência foi registrada na madrugada de domingo (8). O fato teria ocorrido na casa da vítima, que fica na zona rural do município.

Segundo informações, o suspeito teria sido pego em flagrante por uma prima. Em conversa com os policiais, a testemunha relatou que, após a avó dormir, ela foi até a festa de uma igreja que fica próxima da residência.

No entanto, a todo o momento, voltava na casa para olhar a idosa. A testemunha afirmou que, em um determinado momento, percebeu que a luz do quarto, onde a avó dormia, estava acessa.

Ao verificar o que acontecia na casa, se deparou com o rapaz de calça abaixada, apertando o pescoço da avô e tentando abrir as pernas da vítima.

Em conversa com os policiais, a idosa afirmou que estava dormindo quando foi surpreendida pelo neto. O rapaz teria tampado a sua boca e, após morder os seus seios, praticado o ato sexual.

Droga

O suspeito, ao ser interrogado pelos militares, confirmou o estupro e disse que, antes do ocorrido, teria feito o uso de cocaína.

A vítima foi levada para avaliação médica no pronto-socorro. Um médico- legista da Polícia Civil que esteve na unidade de saúde constatou a conjunção carnal e coletou materiais para exames.

O rapaz foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante pelo delegado de plantão.