Sobe para 16 o número de mortos em acidente em João Monlevade

O veículo, que seguia de Alagoas para São Paulo, despencou de uma altura de quase 20 metros

Sobe para 16 o número de mortos em acidente em João Monlevade
O Sevor esteve em todos os momentos presente no local do acidente ajudando as vítimas Foto: Bruno Andrade/ DeFato Online

O grave acidente envolvendo um ônibus na BR-381 que ocorreu no início desta tarde (4), em João Monlevade, deixou, 16 pessoas mortas outras 27 feridas. O veículo, que seguia de Alagoas para São Paulo, despencou de uma altura de quase 20 metros.

O Caso

Segundo informações, o ônibus desceu a serra descontrolado, mas perdeu velocidade durante a subida da ponte. O que fez com que o veículo voltasse de ré até e despencasse da ponte. De acordo com um dos sobreviventes Cícero Santos, o condutor do veículo teria dito para os passageiros pularem, pois o ônibus estava com problemas no sistema de freio.

“Ele bateu no retrovisor de um carro, não sei se foi ônibus ou caminhão, e eu já fiquei meio assim (gesticulando) na poltrona. Depois, ele voltou desgovernado, de ré, e o motorista falou que faltou freio e disse para as pessoas pularem. Aí ele largou o barco e pulou”, explica o alagoano.

O conteúdo continua após o anúncio

Seis pessoas, incluindo o motorista, pularam do veículo na hora do ocorrido. Três foram socorridas com leves ferimentos e outras três não necessitaram de atendimento médico. O ônibus caiu sob a linha férrea deixando 12 mortos e vários feridos em estado grave. As vítimas foram levados para o Hospital Margarida em João Monlevade. Outras quatro pessoas morreram a caminho do hospital.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, três vítimas, sendo um pai e dois filhos, foram transferidos de helicóptero para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII em Belo Horizonte. Os militares informaram, ainda, que uma das vítimas foi encontrada dentro do banheiro do ônibus durante o içamento dos destroços e infelizmente não resistiu. Os corpos foram encaminhados ao Posto Médico Legal (PML) de João Monlevade.

Informações dão conta de que o transporte dos passageiros estava sendo feito de forma clandestina. Entretanto, o motorista não foi encontrado no local para prestar esclarecimentos sobre a situação.

acidente
Foto: Thales Benício

Equipes

A Polícia Rodoviária Federal foi avisada do acidente por volta das 14h. O Serviço Voluntário de Resgate (SEVOR) de João Monlevade, o Grupo de Atendimento Voluntário de Emergência (GAVE) de Nova Era, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Itabira, foram acionados para o socorro das vítimas.
Um helicóptero da Polícia Civil pousou no local do acidente com uma delegada, uma perita e um legista. Peritos de Itabira, João Monlevade e Belo Horizonte vão trabalhar na apuração da causa do acidente.

MAIS NOTÍCIAS