Alta dos preços atrasa entrega da merenda solidária em São Gonçalo

Ação é realizada desde maio pela Prefeitura do município

Alta dos preços atrasa entrega da merenda solidária em São Gonçalo
Foto: Anágnia Flóis/Acom PMSGRA

Realizado pela Prefeitura de São Gonçalo desde maio deste ano, a entrega da “merenda solidária” terá um atraso no mês de setembro por conta da alta dos preços dos alimentos. Criado em caráter emergencial durante a pandemia, o projeto consiste na distribuição mensal de cestas básicas às famílias dos alunos das redes municipal, estadual e da Apae da cidade.

O conteúdo continua após o anúncio

De acordo com a secretária municipal de educação do município, Maria do Rosário, a inflação nos valores dos alimentos que tem acometido o país há algumas semanas tem dificultado a entrega dos produtos por parte do fornecedor. Esta entrega, geralmente, é feita na primeira quinzena do mês, e a cesta contém arroz, feijão, óleo e outros itens essenciais.

Para ter acesso ao benefício, a mãe do estudante ou responsável legal deve preencher requerimento e assinar declaração informando a necessidade do recebimento. Também é necessário apresentar documento de identificação com foto para retirada da cesta.

Procurada pela reportagem da DeFato Online, a Prefeitura disse que não há como prever uma data específica para a entrega da merenda solidária. O Executivo também ressaltou que o comunicado foi divulgado em respeito e compromisso com as famílias são-gonçalenses.

MAIS NOTÍCIAS