Bombeiros de Itabira, Ipatinga e BH se revezam para atender demandas de Barão de Cocais

Diversas equipes do 11° Batalhão de Bombeiros Militar em Ipatinga encontram-se trabalhando em estado de prontidão em Barão de Cocais, em esquema revezamento, dentre eles com o 6° Pelotão de Itabira. De acordo com comandante do Corpo de Bombeiros em Itabira, tenente Marlon Pinho Medeiros de Aguiar, atualmente estão em Barão de Cocais 16 militares […]

Bombeiros de Itabira, Ipatinga e BH se revezam para atender demandas de Barão de Cocais
Foto: Anna Gonçalves/DeFato Online||

Diversas equipes do 11° Batalhão de Bombeiros Militar em Ipatinga encontram-se trabalhando em estado de prontidão em Barão de Cocais, em esquema revezamento, dentre eles com o 6° Pelotão de Itabira.

De acordo com comandante do Corpo de Bombeiros em Itabira, tenente Marlon Pinho Medeiros de Aguiar, atualmente estão em Barão de Cocais 16 militares do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, sendo estes vindos do 11° Batalhão, de Ipatinga, e do Batalhão de Emergências Ambientais (Bemad), de Belo Horizonte.

O conteúdo continua após o anúncio

Talude prestes a se romper em Barão daria para encher 606 mil carretas – Ouça áudio

“Os bombeiros militares estão acompanhando as obras de contingenciamento do rejeito, para redução da velocidade e impacto sobre a cidade de Barão de Cocais, em uma eventual ruptura da barragem Sul Superior. Também há militares apoiando a Secretaria Estadual de Saúde na retirada de pessoas com dificuldades de locomoção que ainda permanecem na área de mancha de inundação; e realizando levantamentos de pontos de interesse e acesso para atuação em situações de rompimento”, afirmou o tenente Medeiros.

Até domingo, 19 de maio, haviam cinco militares de Itabira na cidade. Estes foram substituídos por bombeiros de Ipatinga. “Atualmente estamos em regime de sobreaviso, caso algum dano eventual. Estamos atuando em regime de revezamento de equipes”, comentou o comandante do Pelotão de Itabira.

Bombeiros, policiais e ambulâncias estão na Universidade Aberta do Brasil (UAB). Foto: Divulgação / internauta wpp