Conceição forma a primeira turma de estudantes como condutores do Patrimônio Cultural

Nesta quinta-feira (13), Conceição do Mato Dentro (MG) forma a sua primeira turma de Condutor do Patrimônio Cultural, integrada por 19 estudantes da rede pública de ensino. A solenidade acontece às 14h, no Plenário da Câmara Municipal. Também amanhã, os novos condutores irão apresentar os roteiros culturais que eles próprios desenvolveram no decorrer do curso.  […]

Conceição forma a primeira turma de estudantes como condutores do Patrimônio Cultural
Turma do curso de Condutor do Patrimônio Cultural – Foto PMCMD||||||||||||

Nesta quinta-feira (13), Conceição do Mato Dentro (MG) forma a sua primeira turma de Condutor do Patrimônio Cultural, integrada por 19 estudantes da rede pública de ensino. A solenidade acontece às 14h, no Plenário da Câmara Municipal. Também amanhã, os novos condutores irão apresentar os roteiros culturais que eles próprios desenvolveram no decorrer do curso. 

A capacitação dos estudantes integra o Programa de Educação Patrimonial “PorDentro do Patrimônio”, uma iniciativa conjunta da Prefeitura de Conceição do Mato Dentro, do Conselho Municipal de Patrimônio Cultural e Histórico e da rede pública de ensino. “A participação de todos os envolvidos  é de grande importância para o desenvolvimento cultural do município”, declarou a secretária municipal de Cultura e Patrimônio Histórico, Silvana Lages.

A escolha dos estudantes foi feita pela Associação de Condutores do Patrimônio Cultural, entidade criada este ano no município. Integrada por professores, alunos e pais, a Associação tem como principal função a gestão do programa de condutor ambiental, desde a formação dos alunos até a prestação do serviço. “Ao receber aulas teóricas e práticas, os alunos estão capacitados a orientar turistas e a própria população sobre a história e os bens culturais de Conceição do Mato Dentro. Além disso, como condutores do patrimônio cultural, os jovens terão uma alternativa de trabalho e o município estará mais preparado para receber seus visitantes”, disse Silvana Lages.

Confira alguns patrimônios da sede 

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição
A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição foi erguida nos primeiros anos do século XVIII. Passou por uma restauração completa, com investimento de mais de R$ 10 milhões. Durante a obra, foram descobertas e recuperadas as pinturas originais da época da sua construção. 
 
Igreja de Santana
A Igreja de Santana recebeu a benção inaugural em 14 de julho de 1744. Situada no alto da colina da Santana, o prédio é referência na área central. Trata-se de uma construção singela que atrai a atenção dos turistas e visitantes.

 
Santuário de Senhor Bom Jesus de Matosinhos 
O Santuário de Bom Jesus do Matozinhos recebeu a benção inaugural em 1750. Mas o templo foi reconstruído em 1760, com aproveitamento da primitiva capela, que passava a servir como capela-mor. É onde acontece neste mês o Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, em que a cidade recebe cerca de 60 mil pessoas. O evento está em sua 232ª edição e acontece do dia 14 a 24. 
 
Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e Chafariz 
A capela foi construída pelos escravos e pretos forros, os quais foram proibidos de entrar na igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição. As obras tiveram início em 28 de março de 1728, foi inaugurada em 1730, mas somente concluídas décadas depois. Foi restaurada em 1940, em 1954 e em 2003. Localizada na praça do Rosário, onde também está o charmoso chafariz. 
 
Mercado Municipal 
O Mercado Municipal Maurílio Lages foi fundado em 1931. Hoje abriga a Casa do Artesão e a Loja do Queijo, além de ser palco para vários eventos, como o Mercado Sabor & Arte, que acontece uma vez por mês, e a feira de produtores, todas as sextas-feiras. Está localizado na praça do Rosário.
 
Antiga Cadeia
A antiga Cadeia de Conceição do Mato Dentro do foi inaugurada em 11 de março de 1842, durante a solenidade de emancipação do município e posse do seu primeiro governo autônomo. Hoje abriga a Associação dos Municípios do Médio Espinhaço (Amme).
 
Chafariz da República
O Chafariz da República foi construído em pedra sabão, por iniciativa de cônego Bento Alves Gondim e do comendador Joaquim Bento Ferreira Carneiro. Inaugurado em 22 de abril de 1825 está localizado na praça Dom Joaquim. Recentemente, a obra foi totalmente restaurada.