Instituto Sicoob reforça importância da educação financeira infantil com os livros da “Coleção Financinhas”; saiba mais

As publicações são gratuitas e podem ser adquiridas pela internet 

Instituto Sicoob reforça importância da educação financeira infantil com os livros da “Coleção Financinhas”; saiba mais

Em celebração ao Dia Internacional do Livro Infantil, neste 2 de abril, o Instituto Sicoob reafirma seu compromisso com a educação financeira infantil ao promover a “Coleção Financinhas”. Lançados pelo Instituto Sicoob, os livros representam uma ferramenta fundamental para ensinar às crianças conceitos essenciais sobre como lidar com o dinheiro e apoiar os pais na abordagem desse tema crucial com seus filhos. As publicações, já disponíveis, podem ser adquiridas gratuitamente pela internet.

Entre as lições que as crianças aprendem, estão a importância de poupar por meio de exemplos que diferencia os desejos e necessidades, técnicas para evitar o consumo impulsivo, métodos para gerar renda e sustentabilidade, além de compreender a relevância do orçamento e a noção de que nem sempre o produto mais barato é a melhor escolha.

“A educação financeira desde cedo é fundamental para preparar as crianças para o futuro, e a ‘Coleção Financinhas’ é uma maneira divertida e acessível de começar essa jornada. Por isso, o conteúdo é apresentado em linguagem lúdica e acessível ao repertório da infância, abordando temas como sonhos, necessidades e desejos relacionados ao contexto financeiro”, comenta o educador financeiro, Eduardo Trigueiro.

O especialista explica que a coleção é direcionada para crianças e jovens, com o propósito de introduzir conceitos da educação financeira no início da adolescência, baseados em valores como cooperação, participação, autoconhecimento e senso de comunidade para estimular comportamentos que promovam bons hábitos financeiros e de cidadania. “A leitura estimula o raciocínio, melhora o vocabulário, aprimora a capacidade interpretativa, além de desenvolver a criatividade, a imaginação, a comunicação e o senso crítico. Idealizamos este projeto com muito carinho, para que a educação financeira seja algo presente na vida das crianças e jovens, pois sabemos que será algo essencial para eles na vida adulta”, ressalta Eduardo Trigueiro.

Conheça a Coleção Financinhas:

  1. Caio Achou uma Moedinha”: Ao brincar com o gato da vizinha, Caio se depara com uma moedinha e fica indeciso sobre o que fazer com ela. Com o passar dos dias, aquela moeda se multiplica, ensinando a Caio uma valiosa lição sobre desejo e poupança, transformando-se em um grande sonho;
  2. “Margô e Davi Foram ao Mercadinho”: Cinquenta reais, uma lista de compras e várias escolhas importantes. Os gêmeos Margô e Davi enfrentam uma típica ida ao mercado, repleta de tentações e desejos de consumo. Felizmente, com a orientação do pai, aprendem a fazer escolhas conscientes e inteligentes;
  3. “Miguel, Aninha e Dedé Ganham um Dinheirinho”: Os netos recebem dinheiro da vovó para comprar o que precisam, porém sucumbem à tentação de gastá-lo em desejos momentâneos. Diante da falta de recursos, precisam elaborar um plano para reverter a situação, aprendendo assim a diferença entre desejos e necessidades de forma prática e valiosa;
  4. “Marina Esqueceu de Desligar a Televisão”: Marina sempre esquecia de desligar a televisão. A verdade é que ela nem entendia por que isso era tão importante, até que Dona Neide e seu irmão Renan resolveram ter com ela uma conversa séria, mas muito divertida, sobre cuidar bem dos recursos e valorizar a sustentabilidade.

* Com informações do Instituto Sicoob.

cassino criptomoedas