“Itabira precisa respirar cultura”, afirma Breno Pires na reabertura do Museu

Fechado desde o início da pandemia, equipamento cultural reabre as portas para visitas por agendamento. Duas exposições estão em cartaz

“Itabira precisa respirar cultura”, afirma Breno Pires na reabertura do Museu
Foto: Divulgação/Prefeitura de Itabira
O conteúdo continua após o anúncio


O Museu de Itabira está oficialmente reaberto. O equipamento cultural estava com as portas fechadas desde o início da pandemia, em março do ano passado, e agora volta a permitir visitas, mesmo que, a princípio, apenas por agendamento. A retomada tem como destaque exposições de artistas itabiranos.

A novidade da reabertura é uma sala exclusivamente dedicada a obras de artistas da terra. A ala “Destaque Itabirano” é inaugurada com pinturas de Francisco Martins, popularmente conhecido como Lito. Com traços fortes e bem coloridos, o pintor mostra pontos de Itabira e paisagens naturais em suas telas. Logo na entrada, os visitantes ainda podem conferir um vídeo com a história do artista.

“Me sinto valorizado e reconhecido em poder mostrar o meu trabalho aqui no Museu de Itabira. A pintura é a mais antiga forma de comunicação entre as pessoas, desde as eras rupestres. Hoje podemos mostrar como uma arte”, disse Lito.

Outra mostra de artista da terra é a exposição fotográfica “Expressões de Resistência do Congado Itabirano”, da fotógrafa Stael Azevedo. A galeria está instalada na parte superior do Museu. “Feliz e orgulhosa em poder participar deste momento. Os itabiranos precisam se reconhecer no museu da cidade. Nada melhor, então, que um itabirano e uma itabirana terem suas exposições na retomada das atividades”, declarou Stael.

A importância da cultura enquanto propagadora de lazer e geração de renda deram o tom dos discursos do superintendente da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), Marcos Alcântara, do secretário de Desenvolvimento Econômico, Breno Pires, e do gerente do Museu, Rafael de Sá. Eles destacaram iniciativas da gestão municipal no sentido de impulsionar o potencial artístico e cultural de Itabira, terra natal do poeta Carlos Drummond de Andrade.

“Temos um compromisso histórico e uma missão: Itabira precisa respirar cultura. Uma construção a várias mãos, com foco em mais qualidade de vida para a população, lazer e desenvolvimento econômico. O que celebramos hoje é o início de uma caminhada. Vamos juntos construir essa nova realidade”, convocou o secretário Breno Pires. 

Para visitação ao Museu de Itabira, será necessário agendamento prévio por telefone, WhatsApp ou pelas redes sociais da instituição (Facebook e Instagram). O Museu de Itabira está localizado na Praça do Centenário, 116, no Centro. O telefone é (31) 3839-2992.

* Com informações da Prefeitura de Itabira.

MAIS NOTÍCIAS