Morre Felipe Silveira, torcedor do Galo que lutava contra câncer

Na madrugada desta quinta-feira (29), o torcedor símbolo do Atlético-MG morreu após luta contra câncer de estômago

Morre Felipe Silveira, torcedor do Galo que lutava contra câncer
(Foto: Reprodução/Instagram)

O torcedor Felipe Ferreira, de 36 anos, morreu, em Belo Horizonte, na madrugada desta quinta-feira. Ele foi diagnosticado com câncer no estômago em 2018, e desde então traçava essa luta contra a doença. O atleticano usava as redes sociais para contar como enfrentava o tratamento.

Porém, nesta semana, Felipe havia chegado no limite. Ele estava sedado desde a última terça-feira (27). A morte dele foi anunciada pelo pai por meio das redes sociais.

“Bom dia, amigos! Hoje, às 5h, nosso guerreiro lutou a sua última luta. Deus precisava de alguém como meu filho e o buscou. Meu orgulho, meu amor, honra ter vivido ao seu lado. Orgulho de ser seu pai”, diz a postagem realizada no perfil de Felipe no Twitter.

Realizou um sonho

Um dos maiores desejos de Felipe era assistir um jogo do Galo na Arena MRV, que ainda está em construção e tem previsão para ser inaugurada em 2022. No início de julho, ele recebeu o convite de conhecer e visitar as obras do estádio.

Atlético lamentou morte

Pelas redes sociais, o clube mineiro deixou uma mensagem em homenagem ao torcedor símbolo da massa atleticana. “O #Galo se solidariza aos familiares e amigos do Atleticano Felipe Silveira, que morreu hoje, em Belo Horizonte. Desde 2018, Felipe lutava contra um câncer no estômago. Recentemente, recebeu o carinho de jogadores e membros da diretoria e comissão técnica do Atlético. O exemplo de garra e superação do nosso querido Felipe seguirá ecoando na Família Atleticana.”

MAIS NOTÍCIAS