Mulher que filmou menores nus em Monlevade segue presa

Polícia Civil afirma que apesar da prisão preventiva da suspeita, as investigações sobre o caso não foram interrompidas

Mulher que filmou menores nus em Monlevade segue presa
Foto: Cíntia Araújo/DeFato Online

A mulher que gravou vídeos em que menores aparecem nus, em João Monlevade, segue presa. A 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de João Monlevade (4ª DRPC) pediu a prisão preventiva de A. T. X., e a Justiça acatou. Segundo o delegado regional, Paulo Tavares, mesmo com a prisão da suspeita, as investigações sore o caso continuam. A suspeita foi presa no final de junho.

Conforme investigação, nas referidas imagens, os adolescentes aparecem nus ou seminus, em imagens produzidas pela própria investigada, em seu aparelho celular. A mulher afirmou ser proprietária de um bar, no local dos fatos, e foi indiciada por divulgar e produzir cenas de sexo e conteúdo pornográfico envolvendo adolescentes. Ela reside no bairro São João. Em sua casa foram apreendidos alguns dispositivos de informática que poderiam armazenar imagens com conteúdo pornográfico envolvendo adolescentes. A Polícia Civil destaca que a dita festa era “regada a drogas e bebidas alcoólicas”.

O conteúdo continua após o anúncio

Relembre o caso

Os dois vídeos foram divulgados em maio. Como informado pela DeFato, as imagens são gravadas por uma mulher, que diz: “Que swingada. Só na casa de Tete do swing”. É possível visualizar algumas garotas nuas, que tentam esconder os rostos. É possível ainda ver um adolescente fazendo uso de bebida.

Em dado momento, uma das adolescentes pede para “parar de gravar ela sem roupa”. Em um dos trechos, é possível ouvir que um dos garotos chama a mulher que filma tudo de “mãe”. As imagens foram divulgadas em rede social, inclusive com os perfis dos menores.

MAIS NOTÍCIAS