Mulher trans é assassinada com 11 tiros e polícia tenta encontrar pistas

Crime ocorreu em um bar de Caeté, neste domingo

Mulher trans é assassinada com 11 tiros e polícia tenta encontrar pistas
Kelly Keyze foi morta com 11 tiros em Caeté (Foto: Reprodução/Instagram)

A polícia busca informações dos seis suspeitos de participarem do assassinato de Kelly Keyze Rosa da Silva, mulher trans morta com 11 tiros neste domingo (17), em Caeté. Com 32 anos, Kelly foi executada enquanto estava no bar “Esquina Bar 100% Bom”, na rua Vereador Rodrigo Sebastião Nunes de Melo, bairro Emboabas.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima bebia cerveja com um irmão no momento do crime. Por volta das 0h08, os seis suspeitos saíram de um matagal próximo ao estabelecimento e se aproximaram da mesa em que ela estava. Um dos envolvidos no homicídio, conhecido como Thiaguinho, foi quem realizou os 11 disparos, que atingiram costas, pescoço, peito, nádegas, braços esquerdo e direito de Kelly.

 

 

MAIS NOTÍCIAS