Sinval diz que oposição quer “maminha” na Prefeitura de Monlevade

Líder do governo na Câmara dos Vereadores provocou a oposição

Sinval diz que oposição quer “maminha” na Prefeitura de Monlevade
Foto: Arquivo/DeFato Online

Os ânimos de alguns vereadores de João Monlevade estiveram exaltados na Reunião de Câmara, realizada ontem (23) na Câmara Municipal. O vereador Sinval (PSDB) promoveu um embate com o vereador Belmar Diniz (PT) ao dizer que a oposição do governo quer mudanças na política da cidade para ter servidores públicos fazendo uma “maminha”, ou seja, se aproveitando de recursos da Prefeitura. Lembrando que Sinval é líder do atual governo na Câmara, ou seja, defende a prefeita Simone Moreira, que foi eleita pelo PSDB nas eleições de 2016. Em contrapartida, Belmar sempre busca demonstrar mazelas deixadas pela atual gestão.

O embate

Sinval começou a ressaltar que o governo atual está em dia com os funcionários públicos, os servidores estão satisfeitos com os pagamentos e que a rejeição a prefeita é muito pequena por parte da população, e sim, os vereadores da oposição que ficam crucificando a atual gestão para assumir o poder nas eleições 2020. O clima esquentou quando Sinval falou que partidos da oposição querem assumir o governo e colocar servidores públicos para “mamar” na Prefeitura.

De bate-pronto, Belmar pediu a fala e questionou Sinval:

“O líder do governo falou que nós estamos querendo uma maminha. Chamar uma administração pública de maminha. Colocar gente lá para mamar. Esse é o pensamento desta administração. Essa é a cara do PSDB. O líder do governo não pode fazer isso jamais”, destacou Belmar.

Portanto, o embate já havia se instalado, ambos vereadores falavam ao mesmo tempo e o presidente da Casa, Leles Pontes (PRB) tomou a palavra:

“Vocês tem que respeitar o momento de cada um falar. A única coisa que eu posso fazer é pedir respeito aos demais colegas. Eu aprendi, que quando um fala o outro espera. Eu parei a reunião para chamar a atenção de vocês, lamentável”, ressaltou o presidente.

Não satisfeito com o sermão, Sinval o tempo todo intervia a fala de Belmar dizendo: “PT tá aqui, PT tá aqui”, o que se repetiu por diversas vezes durante a reunião.

MAIS NOTÍCIAS