Anglo American melhora proposta e Metabase marca assembleia de trabalhadores

Sindicato Metabase e Anglo American tiveram mais uma rodada de negociações para o Acordo Coletivo 2019 nessa segunda-feira, 22 de outubro, em Belo Horizonte. A empresa melhorou a oferta em relação à primeira apresentada e rejeitada pela entidade sindical e agora a proposta será levada para assembleia dos trabalhadores, em Conceição do Mato Dentro, no […]

Anglo American melhora proposta e Metabase marca assembleia de trabalhadores
Anglo American e Metabase voltaram a discutir Acordo Coletivo – Foto: Acom Metabase

Sindicato Metabase e Anglo American tiveram mais uma rodada de negociações para o Acordo Coletivo 2019 nessa segunda-feira, 22 de outubro, em Belo Horizonte. A empresa melhorou a oferta em relação à primeira apresentada e rejeitada pela entidade sindical e agora a proposta será levada para assembleia dos trabalhadores, em Conceição do Mato Dentro, no dia 31.

De acordo com o vice-presidente do Metabase, Carlos Estevam “Cacá”, “o fato de a empresa estar com suas atividades paralisadas dificultou as negociações, principalmente sobre a PLR”. A mineradora está com a produção parada desde 29 de março, quando um segundo vazamento aconteceu no mineroduto em território de Santo Antônio do Grama.

O conteúdo continua após o anúncio

Presidente do sindicato, André Viana exaltou a melhoria da proposta, mas pontuou que a decisão será dos trabalhadores. “Conseguimos aumentar os valores de todos os benefícios apresentados na primeira proposta, como o abono único e extraordinário que era inicialmente R$2.200,00 e elevamos para R$2.500,00”, cita.

A segunda proposta da Anglo American inclui os seguintes pontos: 

  • Reajuste do piso salarial: R$ 1.627,89 (3,64%);
  • Reajuste do vale-alimentação: R$ 600,00 (5,26%);
  • Reajuste do vale-refeição: R$ 774,78 (5%);
  • Reajuste do auxílio-creche/Babá: R$ 776,40 (5%);
  • Criação de horário especial: das 16h à 1 hora;
  • Abono único e extraordinário: R$ 2.500,00 – (10 dias depois de assinar o ACT);
  • Abono único e especial: R$ 3.000,00 ou o valor de um salário base do trabalhador, pago em janeiro de 2019 (neste caso aplica-se o que for maior);
  • Férias: 3 períodos – de acordo com a legislação atual;
  • Incorporação do adicional de turno (valor de 20% ao salário);
  • Incorporação no salário dos 15 minutos atuais horas in itinere (cláusula do atual acordo);
  • Extensão da desobrigação aos cargos de nível superior e confiança em não bater ponto.

 “A palavra final e o direcionamento do sindicato pertence aos trabalhadores, cabe a eles decidirem sempre”, finalizou o presidente.

MAIS NOTÍCIAS