Caminhão desgovernado invade casa em Ferros e causa destruição

Apesar dos danos à residência, ao veículo e outros dois carros de passeio, ninguém teve ferimentos graves

Caminhão desgovernado invade casa em Ferros e causa destruição
Foto: Enviada por internautas

Um caminhão baú desgovernado, com placas de Betim, invadiu uma residência no município de Ferros, na manhã desta terça-feira (26). O motorista perdeu o controle do veículo ao descer trecho íngreme da rodovia MGC-120, conhecido como “descida Santana”. Apesar dos estragos causados, ninguém teve ferimentos graves.

O acidente aconteceu por volta das 6 horas. A residência atingida fica logo na entrada do centro da cidade, na Praça Monsenhor Alípio, ao lado da Câmara de Vereadores. O proprietário da casa, o aposentado José Geraldo Pereira, conta que tinha acabado de acordar, quando o susto ocorreu.

Destruição

O caminhão invadiu a garagem de José Geraldo, atingiu dois veículos – um Volkswagen Saveiro e um Fiat Palio – derrubou a parede da cozinha e parou dentro do cômodo. “Por dois minutos, eu não sou atingido pelo caminhão. Eu ia para a cozinha fazer o café, como geralmente faço no horário”, narrou o aposentado.

Na casa estavam a mulher de José Geraldo e um dos filhos. Nenhum deles se feriu. Segundo relatos do proprietário da casa e de vizinhos, o motorista do caminhão e seu ajudante sofreram escoriações. Os dois trabalhadores foram atendidos no Hospital São Judas Tadeu, próximo do local.

Segundo informações, o motorista é terceirizado e presta serviços para a empresa Santa Amália, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. José Geraldo, que mora no endereço há 16 anos, estima que o prejuízo dos estragos seja de aproximadamente R$ 200 mil. “Mas, graças a Deus, ninguém se feriu – o motorista e seu ajudante também estão bem”.

Trecho perigoso

A descida de acesso a Ferros é bastante perigosa, sobretudo para quem não a conhece, afirmam populares. Por telefone, o prefeito Raimundo Menezes de Carvalho Filho, o “Diquinho” (PSD), destacou que já acionou o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER-MG), responsável pela via.

“O local tem ao menos quatro placas de sinalização, de descida longa e com curva sinuosa. Mas, o motorista que não conhece o trecho ou está desatento pode perder o controle. Tenho cobrado direto do DEER por obras no local, mas a seção está sob crise, com falta de recursos. Apesar disso, fiz contato logo cedo com representante do departamento e comuniquei o caso”, detalhou o gestor.

 

Galeria de Fotos

MAIS NOTÍCIAS