Exercício aeróbico diminui os níveis de glicose no sangue e ajuda na prevenção ao Diabetes

O Diabetes trata-se de uma doença que impede o organismo de produzir o hormônio insulina, que é responsável por controlar a glicose no sangue. Esse controle é importante pois evita diversas consequências  para a Saúde, como insuficiência renal, infarto do miocárdio, cegueira, amputação de membros etc. Essa doença possui o Tipo 1, que é autoimune […]

Exercício aeróbico diminui os níveis de glicose no sangue e ajuda na prevenção ao Diabetes

O Diabetes trata-se de uma doença que impede o organismo de produzir o hormônio insulina, que é responsável por controlar a glicose no sangue. Esse controle é importante pois evita diversas consequências  para a Saúde, como insuficiência renal, infarto do miocárdio, cegueira, amputação de membros etc. Essa doença possui o Tipo 1, que é autoimune e geralmente diagnosticado na infância ou adolescência. O Tipo 2, sendo o caso mais comum, detectado em pessoas acima dos 40 anos e associado à genética. O Diabetes Gestacional, que atinge as mulheres grávidas. E outras variações que dependem do desenvolvimento da doença no organismo.

A união de várias Profissões da área da Saúde é importante no tratamento do Diabetes, como explica a Profissional e Mestranda em Educação em Diabetes Bia Bicalho, que trabalha com um grupo de pacientes diabéticos Tipo 1, no Centro de Especialidades Médicas da Santa Casa de Belo Horizonte. “Minha maior missão na Santa Casa é educar as pessoas para o tratamento desta doença autoimune. Nossa equipe é Multidisciplinar e o paciente passa obrigatoriamente por uma Nutricionista, Psicóloga, Enfermeira, Farmacêutica, Endocrinologista, pelo setor de Pé Diabético e pela Educação Física. Empoderamos estes pacientes sobre como tratar a doença da melhor forma para eles”, diz.

Prevenção

A prevenção e controle do Diabetes envolve a adoção de um estilo de vida saudável. Com bons hábitos alimentares, visitas periódicas aos Profissionais de Saúde e prática orientada e regular de Atividades Físicas. “Normalmente, o tratamento para o Diabetes Tipo 1 é feito com injeções diárias de insulina, além de uma alimentação com pouco açúcar e baixa quantidade de carboidratos. Também é importante que os pacientes mantenham a prática regular de Exercícios sob orientação de um Profissional de Educação Física habilitado, para ajudar a controlar os níveis de açúcar e manter um metabolismo regulado.

O tratamento do Diabetes Tipo 2 é feito com remédios para controlar a glicose no sangue, como metformina, glibenclamida ou gliclazida, por exemplo, prescritos pelo Clínico ou Endocrinologista. Mas, dependendo do estado de Saúde do paciente, pode ser necessário o uso da insulina. Uma alimentação controlada e o Exercício Físico regular também são essenciais para o controle correto da doença e um envelhecimento com Saúde e com menos medicamentos. Os Exercícios Aeróbios diminuem os níveis de glicose no sangue, estimulam a produção de insulina, aumentam a sensibilidade celular à insulina, aumentam a capacidade de captação de glicose pelos músculos e diminuem a gordura corporal, a qual está relacionada ao diabetes tipo 2”, orienta a Profissional Bia Bicalho. (Fonte: Conselho Regional de Educação Física)