Morre em Belo Horizonte itabirano que lutava contra febre amarela

Fernando Márcio de Andrade, 39 anos, era morador do bairro Gabiroba

Morre em Belo Horizonte itabirano que lutava contra febre amarela

Morreu nesta quarta-feira, 21 de fevereiro, o itabirano Fernando Márcio de Andrade, 39 anos, vítima de febre amarela. “Boneco”, como era conhecido por parentes e amigos, estava internado no Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte, onde lutava contra a doença.

A informação do falecimento foi confirmada a DeFato Online por pessoas próximas a familiares e colegas de trabalho de Fernando.

A luta do itabirano começou no dia 15 de fevereiro, quando procurou o Pronto-Socorro Municipal com dores de cabeça e náuseas. No dia seguinte, foi transferido para o Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte. No dia 19, foi transferido para o Felício Rocho. Durante todo esse tempo, a família movimentou campanha nas redes sociais para conseguir doações de sangue.

A morte de Fernando passa a ser a sexta ligada à febre amarela em Itabira. Das outras cinco, uma já foi confirmada por causa da doença e outras quatro são consideradas suspeitas porque ainda aguardam o laudo.

Fernando Márcio de Andrade era morador do bairro Gabiroba e funcionário na Vale. Ele deixa esposa e um filho pequeno.