Febre amarela já matou 18 pessoas na regional de Itabira

Neste ano, a microrregião soma, até o momento, 46 casos confirmados da doença

Febre amarela já matou 18 pessoas na regional de Itabira
Reprodução

A regional de Itabira contabilizou, até essa terça-feira, 20 de março, 46 casos confirmados de febre amarela silvestre, dos quais 18 evoluíram para óbito. O município com maior número de registros é Barão de Cocais, onde 15 pessoas contraíram a doença (oito morreram). Os dados constam em boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).  

Os outros casos são de Santa Bárbara (11), Itabira (9), São Gonçalo do Rio Abaixo (4), São Domingos do Prata (2), João Monlevade (2), Rio Piracicaba (1), Ferros (1) e Bom Jesus do Amparo (1).

Na quinta-feira passada, 15 de março, todos os municípios citados somavam 43 casos confirmados da doença. Após o período, novas confirmações ocorreram em Ferros, João Monlevade e São Domingos do Prata.

Em todo o estado, segundo a SES, foram confirmados 396 casos de febre amarela. Desses casos, 137 evoluíram para óbito e outros 650 casos continuam em investigação.

A cobertura vacinal no território mineiro está em torno de 90,50 %. Ainda há uma estimativa de 1.926.054 pessoas não vacinadas contra a febre amarela, especialmente na faixa-etária de 15 a 59 anos de idade.