João Monlevade tem segunda morte por dengue confirmada

A Secretaria de Estado de Saúde divulgou na tarde de hoje, 16, o Boletim Epidemiológico do Monitoramento dos Casos de Dengue e confirmou a segunda morte pela doença em João Monlevade. Agora, a cidade tem 2.322 casos suspeitos ou confirmados da doença. Este número é mais que a soma de todos os casos registrados nas […]

João Monlevade tem segunda morte por dengue confirmada
Situação é tão preocupante que Governo do Estado autorizou o uso de fumacê em João Monlevade – Foto: Arquivo DeFato Online

A Secretaria de Estado de Saúde divulgou na tarde de hoje, 16, o Boletim Epidemiológico do Monitoramento dos Casos de Dengue e confirmou a segunda morte pela doença em João Monlevade. Agora, a cidade tem 2.322 casos suspeitos ou confirmados da doença. Este número é mais que a soma de todos os casos registrados nas outras 14 cidades da Regional Itabira, que juntas chegam a 1.872 notificações.

Somente em julho, Monlevade registrou 43 novos casos. Já em junho foram 743 ocorrências. A situação é tão grave que o Governo Estadual autorizou o município a utilizar o fumacê no combate ao mosquito transmissor da doença. No entanto é imprescindível que a população continue adotando medidas de combate aos criadouros do mosquito, já que o fumacê é eficaz no combate aos mosquitos adultos.

Oito cidades da região e alerta máximo

Além de João Monlevade mais sete cidades da Regional Itabira estão classificadas com índice muito alto de casos de dengue, se comparado com seus números de habitantes. Conceição do Mato Dentro e Barão de Cocais têm 484 e 269 notificações, respectivamente. Logo após aparecem Itabira (265 casos), Bom Jesus do Amparo (238 casos), Bela Vista de Minas (174 casos) e São Gonçalo do Rio Abaixo (82 casos). Seguindo o ranking na ordem decrescente aparecem São Domingos do Prata e Ferros (68 casos cada), Nova Era (60 casos), Rio Piracicaba (50 casos), Morro do Pilar e Guanhães (44 casos cada). Os últimos municípios são Santa bárbara (22 casos) e Carmésia (6 casos)