Vereadores de João Monlevade se reúnem hoje com diretoria da GRS Itabira

Principal questionamento dos vereadores é sobre a reativação do andar térreo do antigo PA

Vereadores de João Monlevade se reúnem hoje com diretoria da GRS Itabira
Prefeitura de João Monlevade trabalha para reativar prédio do antigo PA, mas GRS Itabira desconhece o fato – Foto: Cíntia Araújo/DeFato Online

Os vereadores Pastor Carlinhos (MDB), Belmar Diniz (PT) e Thiago Titó (PDT) se reunirão hoje com a diretoria da Gerência Regional de Saúde de Itabira,da qual João Monlevade faz parte, para discutir assuntos relativos às unidades de saúde do município. Um dos principais pontos que serão discutidos é sobre a reativação do andar térreo do prédio onde funcionava o Pronto Atendimento Municipal. Como noticiado em primeira mão pela DeFato, a Prefeitura investiu na compra de aparelhos de ar condicionado e já fechou contrato de mais de R$54 mil para manutenção do ar condicionado central.

Confirmando o que também foi divulgado pela reportagem da DeFato publicada em 25 de julho, a GRS Itabira informou em ofício ao vereador Pastor Carlinhos que a Prefeitura de João Monlevade não protocolou junto à Gerência nenhum documento de solicitação de adequações físicas da área física do PA ou informou sobre possível utilização do espaço para funcionamento de quaisquer serviços de saúde. Ainda no documento consta que não há pedido de alvarás para funcionamento do Pronto Atendimento.

Pastor Carlinhos destacou ainda durante uso da Tribuna na reunião ordinária da Câmara de João Monlevade, que aconteceu ontem, 7, o despreparo da Prefeitura em responder seu questionamento sobre quanto foi investido no prédio onde hoje funciona a Secretaria Municipal de Saúde. “Em um papel sem qualquer timbre ou assinatura, me respondem que foram R$6.312.874,56. Sempre fui contra levar qualquer coisa da área da saúde para aquele prédio. Vamos à GRS Itabira para buscar mais esclarecimentos”, destacou o vereador.