Festival Gastronômico reforça empreendedorismo e diversidade econômica em São Gonçalo

Mostrar não só aos visitantes, mas aos moradores de São Gonçalo do Rio Abaixo, que a cidade vai muito além da mineração. Esse foi o principal ganho do 1º Festival Gastronômico da cidade na opinião do prefeito, Antônio Carlos. O evento, que ocorreu de 26 a 28 de julho, encerrou também o Festival de Inverno […]

Festival Gastronômico reforça empreendedorismo e diversidade econômica em São Gonçalo
Grande público prestigiou o Festival Gastronômico – Foto: Cíntia Araújo/DeFato Online

Mostrar não só aos visitantes, mas aos moradores de São Gonçalo do Rio Abaixo, que a cidade vai muito além da mineração. Esse foi o principal ganho do 1º Festival Gastronômico da cidade na opinião do prefeito, Antônio Carlos. O evento, que ocorreu de 26 a 28 de julho, encerrou também o Festival de Inverno no município, que já está em sua 15ª edição.

Para Aurineide, o festival serviu para resgatar orgulho dos moradores da cidade – Foto: Cíntia Araújo/DeFato Online

A opinião de Antônio Carlos é reforçada pelos empreendedores que participaram do evento e também pela curadoria da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que fez o trabalho de resgate das raízes culturais e culinárias da festa. Laura Cota, professora da universidade, explicou à reportagem que o trabalho vem sendo desenvolvido desde maio. “Primeiro foi importante trabalhar o empoderamento dos moradores daqui. Mostrar que a mineração é a ponta do iceberg, mas que o município tem condições de desenvolver economia por meio do turismo, da culinária. Foi preciso fazer com que os próprios moradores acreditassem que são capazes de fazer um evento tão grande e tão bem estruturado”, explicou a professora.

Ingredientes produzidos pelos produtores rurais da cidade

Prefeito Antônio Carlos destacou o reforço ao empreendedorismo em São Gonçalo do Rio Abaixo – Foto: Cíntia Araújo/DeFato Online

O empreendedorismo citado pelos organizadores não se resumiu apenas aos restaurantes e cervejaria que participantes serem de São Gonçalo do Rio Abaixo. Conforme explicado pelo prefeito, foram priorizados ainda os produtores rurais da cidade, no que diz respeito à oferta dos ingredientes para a preparação dos deliciosos pratos. “Não é apenas vender os pratos. É trabalhar a sensação de coletividade, de empreendedorismo, do ajudar o outro”, disse Antônio Carlos, que agradeceu a todos que trabalharam na festa, desde a ideia, conceito, até o pós-evento. “Costumo dizer que a mineração tem apenas uma safra. Com este festival, espero ter plantado a semente do empreendedorismo, do acreditar, do sentimento de orgulho em todos nós”, destacou Antônio Carlos.

Infraestrutura, segurança e espaço kids também são destaques

Muitas brincadeiras para as crianças, que eram supervisionadas por monitores credenciados – Foto: Cíntia Araújo/DeFato Online

O sentimento de orgulho em realizar o evento pode ser confirmado por quem esteve no local. Além da qualidade da culinária oferecida durante o Festival Gastronômico, o que chamou a atenção de quem foi ao evento foi a qualidade da infraestrutura. A praça central foi coberta por três grandes lonas estruturadas. Logo na entrada, equipes de segurança revistavam todos que passavam pela portaria.

E para quem achou que não havia atração para os pequenos, foi surpreendido. A feira contou com espaço kids, com monitores credenciados. Assim, os pais e familiares puderam aproveitar o festival enquanto a criançada se divertia com atividades lúdicas e nos brinquedos instalados no local.

O conteúdo continua após o anúncio

Cantores locais também tiveram espaço

Artistas locais, como a banda Kabalou, mostraram que a música também é motivo de orgulho na cidade – Foto: Cíntia Araújo/DeFato Online

O grande destaque no que diz respeito à parte cultural do evento foi a banda 14 Bis, que se apresentou no sábado, 27. E como o intuito era valorizar São Gonçalo do Rio Abaixo e seus moradores, no domingo o palco foi totalmente tomado por artistas locais. A cantora Nayara Rayane, a banda Kabalou e o show Musicalidade reforçaram o orgulho dos moradores da cidade de terem no município grandes talentos musicais. Ainda no domingo, os visitantes puderam ver a exposição de carros antigos, na área externa do festival gastronômico.

Festival aprovado

O comentário das pessoas que prestigiaram o 1º Festival Gastronômico de São Gonçalo do Rio Abaixo foi de aprovação. “Muitos acham que para participar de um festival deste nível é preciso ir no mínimo à capital mineira. Que delícia mostrar o quanto estão enganados”, declarou a administradora de empresas, Tatiana Silva. Ela é de Belo Horizonte e fez o percurso contrário. “Foi um incentivo até para os proprietários de hotéis e pousadas, para que já pensem em aumentar o número de quartos. Agora a cidade terá que pensar em infraestrutura”, opinou.

A gerente do restaurante Tropical, Aurineide Janaína, destacou o orgulho em trabalhar no festival. “Priorizar São Gonçalo, nossa cidade, nossa culinária. Isso que dá mais orgulho na gente. E o bacana é poder ver que as pessoas daqui começaram a criar consciência do quanto podemos fazer”, declarou Aurineide.

 

 

Serviços relacionados