Cobrado nas redes sociais, presidente justifica permanências de Benecy e Renê Salviano no Cruzeiro: ‘Nossas análises são técnicas’

Gerente administrativo e diretor de marketing se envolveram em polêmicas.

Cobrado nas redes sociais, presidente justifica permanências de Benecy e Renê Salviano no Cruzeiro: ‘Nossas análises são técnicas’
Empossado no último dia 1º como presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues tem utilizado com frequência as redes sociais. Já em 21 de maio, data de sua eleição, ele prometeu explorar o Twitter para ‘comunicar assuntos relevantes’. No geral, a receptividade tem sido positiva ao novo dirigente. Uma cobrança, no entanto, segue constante: por que manter Benecy Queiroz, supervisor administrativo do futebol, e Renê Salviano, diretor comercial, no quadro de funcionários do clube?

O conteúdo continua após o anúncio

Em entrevista à Rádio Itatiaia, Sérgio Rodrigues tentou explicar as manutenções. Ele justificou que “análises técnicas” respaldam as decisões. “Nossa análise geral, sempre aqui dentro, vai ser essa. Como André Argolo ficou, como Sandro Gonzales ficou, como a Deis (Chaves) que foi demitida e voltou. A gente não tem aqui fulano é ligado a A, é ligado a B ou é ligado a C. Nossa questão é: essa pessoa tem capacidade técnica de compor nossa equipe? Ela vai compor”, garantiu o presidente.

Imagens – Sérgio Santos Rodrigues justificou permanências de Renê e Benecy

MAIS NOTÍCIAS