Construção do anel hidráulico interdita parcialmente Estrada 105

O sistema será unificado, otimizando a gestão hídrica, e a distribuição de água beneficiará, igualmente, toda a população

Construção do anel hidráulico interdita parcialmente Estrada 105
Até dezembro desse ano, a Estrada 105 estará parcialmente interditada – com o sistema siga e pare – para a execução dos trabalhos – Foto: Divulgação/PMI

A Prefeitura iniciou nesta semana uma importante etapa do novo sistema de abastecimento: o anel hidráulico. A obra, que compreende seis quilômetros de rede, interligará os sistemas Gatos, Pureza, Três Fontes, Areão e Rio de Peixe.

Em consequência das obras, até dezembro desse ano, a Estrada 105 estará parcialmente interditada – com o sistema siga e pare – para a execução dos trabalhos. A Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita) alerta, entretanto, que no decorrer da obra, a via será totalmente interrompida. Por isso, a recomendação é que veículos particulares utilizem outros trajetos para evitar congestionamentos no local.

No decorrer da obra, a Estrada 105 será totalmente interrompida – Foto: Divulgação

Entenda a obra

O conteúdo continua após o anúncio

Na prática, o anel ligará o novo reservatório construído no bairro Campestre à adutora do Areão, já conectada aos reservatórios dos bairros Juca Batista e Fênix. Com isso, segundo estudos do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira e da Secretaria Municipal de Obras, Transportes e Trânsito, o sistema será unificado, otimizando a gestão hídrica, e a distribuição de água beneficiará, igualmente, toda a população.

O Município está investindo R$ 5.827.643,18 milhões no anel hidráulico, sendo R$ 2.427.643,18 milhões para executar a obra e R$ 3,4 milhões na aquisição do material – mais de seis mil metros de tubos de ferro fundido, o que corresponde a 1.020 peças de 400 milímetros.

Para executar a obra, Câmara Municipal de Itabira aprovou o financiamento que foi feito junto a Caixa Econômica Federal e parcelado em 20 anos.

O anel ligará o novo reservatório construído no bairro Campestre à adutora do Areão, já conectada aos reservatórios dos bairros Juca Batista e Fênix – Foto: Divulgação

MAIS NOTÍCIAS