Coronavírus leva prefeitura de João Monlevade a decretar estado de calamidade pública

O documento de número 39/2020 permite que a cidade tenha acesso aos recursos federais disponibilizados no combate à pandemia.

Coronavírus leva prefeitura de João Monlevade a decretar estado de calamidade pública

O município de João Monlevade decretou estado de calamidade pública diante da pandemia do coronavírus. A decisão da prefeitura foi assinada pela chefe do Executivo Simone Carvalho Moreira (PTB) e publicado na tarde desta quarta-feira (8). O documento de número 39/2020 permite que a cidade tenha acesso aos recursos federais disponibilizados no combate à pandemia.

A Vigilância em Saúde notificou ontem (7) a confirmação do primeiro caso de Covid-19 na cidade. Trata-se de uma mulher de 36 anos, sem registro de viagem recente. Em boletim epidemiológico emitido nesta quarta, a cidade tem 208 casos suspeitos e 19 já descartados.

O documento, que tem validade até 31 de dezembro deste ano, é embasado na necessidade de ações emergenciais necessárias ao enfrentamento da pandemia do Covid-19, que poderão comprometer gravemente as finanças e metas de arrecadação tributária e de adequação de serviços da rede de atendimentos.

O conteúdo continua após o anúncio

Além disso, considera também a necessidade de realização de atos de gestão administrativa urgentes, visando o controle da situação, tais como, aquisição de produtos, insumos, medicamentos e contratação de profissionais para atendimento da rede.

Primeiro caso

Conforme apurado pela reportagem da DeFato, a mulher tem um histórico de vida saudável, é adepta de exercícios físicos e não apresenta qualquer doença que a enquadre em grupos de riscos. Além disso, a paciente não viajou recentemente.

Itabira também em calamidade pública

O agravamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) também levou o prefeito de Itabira, Ronaldo Lage Magalhães (PTB), a decretar  situação de calamidade pública. O Decreto Municipal 3.226 foi assinado na terça-feira (7) e publicado  Diário Oficial de hoje (8).

MAIS NOTÍCIAS