Covid-19: Pessoas do grupo prioritário recusam vacina em Coronel Fabriciano

Alegando ‘medo’, 23 pessoas se recusaram a tomar a CoronaVac na cidade; 572 já foram imunizadas

Covid-19: Pessoas do grupo prioritário recusam vacina em Coronel Fabriciano
Enquanto algumas pessoas resistem em tomar a vacina contra a COVID-19, outras recebem os vacinadores em casa para serem imunizadas (Foto: PMCF/Divulgação)

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Coronel Fabriciano já imunizou 572 pessoas dos grupos prioritários contra a Covid-19. Mas nem todos que têm direito de receber a vacina quiseram ser imunizados – 23 pessoas que integram os grupos prioritários se recusaram a ser vacinados, alegando que estavam com medo.

Seguindo as diretrizes técnicas do Ministério da Saúde, a SMS informou que, nesta primeira fase, estão sendo vacinados os profissionais da saúde que atuam na linha de frente no enfrentamento à Covid-19, na UTI Covid-19 da rede pública e privada.

O conteúdo continua após o anúncio

+ Leia a matéria completa no Estado de Minas

Coronavírus em Fabriciano

Segundo a Prefeitura municipal, Coronel Fabriciano registrou, até aqui, 7168 casos positivos do coronavírus. Destes, 6869 se recuperaram e 146 evoluíram para óbito, além de 12 estarem internados atualmente.

<

MAIS NOTÍCIAS