Entenda como surgiu o Dia das Mães no Brasil e no mundo

Data comemorativa criada pelos norte-americanos foi estabelecida no Brasil pelo presidente Getúlio Vargas

Entenda como surgiu o Dia das Mães no Brasil e no mundo
Foto: Reprodução / Internet
O conteúdo continua após o anúncio


O Dia das Mães é uma das datas comemorativas mais importantes no Brasil. Porém, pouca gente sabe que ela foi criada pelos norte-americanos. Apenas do presidente Getúlio Vargas instituir a data no calendário brasileira logo no começo de seu governo, sua é nos Estados Unidos, no começo do século XX.

Há historiadores que acreditam que a inspiração para a criação da data vem de celebrações realizadas na Antiguidade, na Grécia e na Roma antigas. Fato é que a homenagem à figura materna não é uma exclusividade do mundo moderno.

De qualquer forma, o Dia das Mães se popularizou enquanto data comemorativa na primeira década do século XX quando a Anna Jarvis, filha da ativista Ann Jarvis, decidiu homenagear a mãe. O trabalho de Ann fez com que um memorial em homenagem a ela fosse realizado em maio de 1908, considerado o primeiro Dia das Mães.

Ann Jarvis era uma mulher conhecida por seu trabalho social com outras mães, sobretudo no período da Guerra Civil Americana. Ela frequentava uma igreja metodista e dedicou sua vida ao ativismo social. Entre suas conquistas estão as melhorias das condições sanitárias na Virgínia Ocidental; assistência às famílias que necessitavam de ajuda; socorro a soldados feridos em ambos os lados da guerra; e atendimento às famílias desses soldados.

Assim, sua filha Anna Jarvis engajou-se para que o Dia das Mães se convertesse permanentemente em uma data comemorativa nos Estados Unidos. O senador do Nebraska Elmer Burkett levou a proposta para o Senado norte-americano, mas ela não foi aprovada. Porém, a data se espalhou pelos Estados Unidos de maneira espontânea.

Em 1910, a Virgínia Ocidental tornou o Dia das Mães oficial. Dois anos depois, o Congresso estabeleceu o segundo domingo de maio como o data para a celebração, e a medida foi ratificada pelo então presidente do país, Woodrow Wilson.

Dia das mães no Brasil

A popularização dessa data nos Estados Unidos fez com que ela, eventualmente, chegasse ao Brasil. Os historiadores falam que a primeira celebração aconteceu em 12 de maio de 1918, em Porto Alegre. Essa primeira vez foi promovida pela Associação Cristã dos Moços do Rio Grande do Sul.

Ainda assim, o Dia das Mães foi oficializado no Brasil na década de 1930. O então presidente Getúlio Vargas emitiu o Decreto nº 21.366, em 5 de maio de 1932, que determinou que o segundo domingo de maio também seria o dia certo para comemorar os “sentimentos e virtudes” do amor materno.

Data comercial

Apesar de sua luta para reconhecer a data como uma homenagem oficial, Anna Jarvis acabou por se tornar uma crítica ao Dia das Mães por conta da sua comercialização. Ela sempre explicou que o intuito dela era que a data fosse algo voltado para a questão sentimental e não para a obtenção de lucro. Ela criticava inclusive a venda de cartões feitos para a data, pois considerava quem os comprava preguiçoso demais para fazer uma dedicatória escrita à mão.

No Brasil, não foi diferente. A prática de celebrar o Dia das Mães cresceu e se tornou a segunda data comemorativa mais importante para o comércio brasileiro, ficando atrás apenas do Natal.

MAIS NOTÍCIAS