“Essa homenagem renova o sentimento de servir”, diz comandante da PM de Itabira ao receber medalha do TJMG

Tenente-coronel Hudson Ferraz Júnior foi considerado o que mais se destacou na contribuição para realização da justiça no âmbito da Comarca

“Essa homenagem renova o sentimento de servir”, diz comandante da PM de Itabira ao receber medalha do TJMG
Tenente-coronel Ferraz recebeu a homenagem pelas mãos da juíza Cibele Mourão (dir.). Na foto, o comandante do 26º BPM aparece ao lado da esposa e da filha – Foto: Thamires Lopes

O comandante do 26º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Itabira, tenente-coronel Hudson Matos Ferraz Júnior, foi homenageado na noite dessa sexta-feira (6) com a Medalha  Desembargador Hélio Costa, em solenidade realizada no fórum da Comarca. A medalha é concedida, a cada dois anos, pelas comarcas mineiras, a alguma personalidade que se destaca na parceria com a Justiça estadual.  

“Fiquei extremamente lisonjeado pela escolha. Tenho certeza que essa homenagem renova o sentimento de servir à sociedade mineira, em especial a essa querida terra de Drummond, que é Itabira. Aqui é a nossa residência profissional e há muito já se tornou nossa residência sentimental. Eu tenho um carinho muito grande por essa cidade”, declarou Hudson Ferraz sem esconder a emoção diante sua família, seu “porto-seguro e, ao mesmo tempo, ponto fraco”. 

Foto: Thamires Lopes/DeFato

A escolha do nome do comandante da PM para receber a honraria ficou por conta de uma comissão especial. Ele foi escolhido dentre aqueles que, possuidores de conduta ilibada, mais se destacou na contribuição para realização da justiça no âmbito da Comarca. 

Em Itabira desde 2017, o tenente-coronel Ferraz vem realizando um excelente trabalho à frente do comando do 26° BPM. Com destaque para o aperfeiçoamento de estratégias que levaram a redução dos índices de criminalidade, renovação de frota, implantação do Colégio Tiradentes da PMMG, parceria inédita no âmbito do Estado na fiscalização de presos dos regimes aberto e semiaberto, via Sistema Eletrônico de Execução Unificado (Seeu), fortalecimento das redes de proteção, dentre outras ações que permitiram o aumento na sensação de segurança das comunidades.

“Na busca de compreender as razões ou fatores que me levaram ao agraciamento, tive a convicção que foram frutos de sonhos que se tornaram realidade porque foram sonhados pelos aguerridos policiais militares do 26º BPM, labutando dia e noite na condução dos trabalhos de segurança pública, em prol de uma sociedade mais segura”, comentou Hudson Ferraz. 

O conteúdo continua após o anúncio

A diretora do foro de Itabira, juíza da 2ª Vara Criminal e Execução Penal, Cibele Mourão Barroso de Figueiredo Oliveira, lembrou que o tenente-coronel Ferraz foi escolhido por uma comissão formada por membros do Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) por ter se destacado neste biênio com ações e iniciativas que contribuíram para a realização da justiça na Comarca de Itabira.

“Não se trata apenas da justiça formal, fria, encerrada nas decisões judiciais nem sempre acertadas. Mas falamos da justiça como virtude a ser perseguida, como paz social, como tranquilidade coletiva, como serenidade e esperança de um futuro melhor”, frisou Cibele Mourão. 

Ao comentar sobre a criação da Patrulha de Prevenção a Violência Doméstica (PPVD), iniciativa do tenente-coronel Ferraz, a juíza expôs sobre “a emoção ao encontrar nas palavras das vítimas e, às vezes, nas palavras dos filhos das vítimas, a segurança em saber que podem contar com a Polícia Militar”.

“É tranquilizador saber que uma medida protetiva vai deixar de ser só um pedaço de papel e passa a representar, na tranquilidade e seriedade dos policiais, apoio concreto para resguardar as famílias. Agradeço pessoalmente, tenente-coronel, por ter nos trazido a Patrulha de Prevenção a Violência Doméstica que com tão pouco consegue fazer tanto”, afirmou Cibele Mourão.

Cibele Mourão é juíza da 2ª Vara Criminal e de Execuções Penais – Foto: Thamires Lopes/DeFato

Currículo

Filho de Udson Matos Ferraz e Maria da Penha Rodrigues Ferraz, o Tenente Coronel Hudson Matos Ferraz Júnior nasceu em 7 de junho de 1972, na cidade de São Paulo/SP. Estando a família radicada em Governador Valadares/MG, formou-se no ensino secundário no Colégio Tiradentes da Polícia Militar em Governador Valadares/MG, no ano de 1990, local onde estudou por 7 anos. 

Em seguida, foi selecionado e ingressou no Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar de Minas Gerais em 4 de fevereiro de 1991, passando a residir na capital mineira. Em 1994, graduou-se como Bacharel em Ciências Militares com ênfase em Polícia Ostensiva pela Academia de Polícia Militar, onde foi promovido a Aspirante a Oficial e designado para servir no 10º Batalhão de Polícia Militar, sediado na cidade de Montes Claros/MG. 

Ao longo dos anos, Hudson Ferraz Júnior foi sendo promovido e buscou se especializar cada vez mais. Em 29 anos de serviços prestados à Polícia Militar de Minas Gerais, o tenente-coronel foi agraciado pelas seguintes honrarias: Medalha de Mérito Militar Grau Bronze (2002) – PMMG; Medalha de Mérito Profissional (2008) – PMMG; Medalha de Aniversário de 150 Anos da PMGO (2009); Medalha Chalenge Coin (2009), Condado Caucasiel de Lake Charles / Lousiana – EUA; Medalha Alferes Tiradentes (2010) – PMMG; Medalha da Ordem do Mérito Tiradentes PMGO (2011); e Medalha Mérito Militar Grau Prata (2012) – PMMG.

MAIS NOTÍCIAS