Familiares raspam o cabelo em apoio a jornalista mineira com leucemia 

A jornalista mineira Anne Macedo, de 34 anos, foi surpreendida com a atitude de alguns familiares após receber o diagnóstico positivo para a Leucemia Mieloide Aguda (LMA), um tipo de câncer no sangue e na medula óssea. Os pais, os irmãos, o cunhado e o marido, rasparam o cabelo e ficaram carecas em solidariedade às […]

Familiares raspam o cabelo em apoio a jornalista mineira com leucemia 
A família se reuniu para fazer a foto no momento em que todos cortaram os cabelos||Já aqui

A jornalista mineira Anne Macedo, de 34 anos, foi surpreendida com a atitude de alguns familiares após receber o diagnóstico positivo para a Leucemia Mieloide Aguda (LMA), um tipo de câncer no sangue e na medula óssea. Os pais, os irmãos, o cunhado e o marido, rasparam o cabelo e ficaram carecas em solidariedade às consequências previstas para o tratamento de Anne, como a queda de cabelo.

Anne cortou suas madeixas na última sexta-feira (12), 15 dias após todos os seus familiares terem raspado os cabelos. A irmã da Anne, Scarlatt Macedo, conversou com a reportagem da DeFato Online e contou um pouco dessa história de amor, força e união.

“Quando Anne foi diagnosticada, o resultado não foi só para ela. Nós estamos juntos em tudo. Internamos juntos, ficamos carecas juntos e seremos curados juntos”, disse a irmã, sobre a união da família neste momento tão delicado. Scarlatt afirma que a decisão de cortar os cabelos partiu dela e que, além de ser um ato de solidariedade, também foi uma atitude para aliviar os questionamentos das filhas de Anne, Carol de 4 anos e Júlia de 7. “Agoras elas falam que a nossa família é a única da cidade que é careca. Ela não poderia ficar nessa vida sem cabelo sozinha né?”, relatou Scarlatt.

Segunda vez com câncer

Há dois anos atrás, Anne lutou contra um câncer raro que a levou para a sala de cirurgia em Belo Horizonte e demandou várias sessões intensas de quimioterapia e radioterapia. “Na época, ela fez todo o tratamento necessário, chegou a usar peruca para poupar as crianças de vê-la careca”, conta a irmã. Scarlatt disse que toda a trajetória de superação da Anne, naquele momento, foi surpreendente e encantadora, deixando um aprendizado imenso para todos da família.

Essa foto foi feita das duas irmãs na primeira vez em que Anne foi diagnosticada com câncer. As duas estavam no salão de beleza para que ela cortasse o cabelo.

“Lembro que ela me disse que havia duas formas dela passar pela doença: uma  seria positivamente e tirar coisas boas para a vida dela e da família, ou chorar, lamentar e questionar… o que ela não queria fazer”, relembrou Scarlatt, sobre a reação no primeiro diagnóstico positivo da irmã.

Após receber alta do hospital em que realizava o tratamento, Anne retornou à rotina com novas ideias e um novo empreendimento. Ela e a Scarlatt inauguraram o Espaço de Beleza Ellas, na cidade de Guanhães. Ambas começaram a revezar os dias entre realizar procedimentos estéticos e seguir com a rotina de exames definida pelos médicos para certificar que a saúde de Anne seguia como o previsto. De três em três meses era obrigatório o comparecimento ao setor de oncologia .

No dia 30 de junho deste ano, Anne identificou manchas pelo corpo e notou uma inflamação na gengiva. Orientada pelo médico, ela seguiu para o Pronto-Socorro da cidade e permanece internada desde então. Agora o desafio é lutar contra a Leucemia Mieloide Aguda (LMA), que requer da guanhanense coragem para suportar as diárias transfusões de sangue e plaquetas por tempo indeterminado.

Já aqui, as duas foram fotografadas há dois meses atrás

“Estamos na batalha, todos os dias. Nos revezamos para ficar com ela no Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte. Eu não tenho dúvidas de que muito em breve ela vai sair e estará  comemorando mais uma vitória na vida dela”, conta Scarlatt, reforçando que Anne ainda precisa de muitos doadores para dar seguimento ao tratamento.

Superação

A irmã de Anne disse que ela está tranquila e que a fé em Deus tem fortalecido a união da família nestes momentos para dar total suporte à jornalista. “No meio de tanta tensão devido à rotina de exames, ela só agradece e fala para mim que é imensamente grata a Deus por ter a oportunidade de lutar pela própria vida, chances que muitos não têm”, ressalta Scarlatt.

Para Scarlatt, Anne é uma benção na vida de todos que a rodeia. Com o astral elevado e sempre enxergando o lado bom da vida, ela é um exemplo de superação, amor e fé. “O desejo pela cura da Anne está movimentando tantas orações que criou uma corrente do bem e que renovou a fé de muitas pessoas”, conta a irmã.

Scarlatt disse que Anne recebeu uma mensagem de uma pessoa desconhecida nas redes sociais e que, a partir dessa interação, ficou mais claro o quanto as pessoas estavam torcendo pela sua cura. “Na mensagem dizia: ‘você pode agradecer porque foi escolhida para ser um milagre de Deus nesta vida’, e eu tenho certeza disso”, disse a irmã.

As doações de sangue para a Anne podem ser feitas no Vita Hemoterapia, na capital mineira: