Farra em Lavras: pagode, bebida e aglomeração; veja vídeo

Imagens de uma festa com multidão foram compartilhadas nas redes sociais

Farra em Lavras: pagode, bebida e aglomeração; veja vídeo
Foto: Reprodução / Redes Sociais

Uma festa com pagode, bebida alcoólica e muita aglomeração chocou os moradores de Lavras, no Sul de Minas, nesse sábado (15). As imagens de pessoas reunidas em uma festa, sem máscaras e nem distanciamento foram compartilhadas nas redes sociais e repercutiram no estado.

A Prefeitura de Lavras confirmou que recebeu as denúncias e a Polícia Militar esteve no local. A festa aconteceu em uma chácara da cidade. Imagens de pessoas aglomeradas e desrespeitando os protocolos estabelecidos no município foram publicadas nas redes sociais.

Nelas, é possível pessoas brindando e dançando sem se preocupar com as medidas de prevenção à Covid-19. Um grupo de pagode aparece fazendo a diversão da galera. Segundo informações da Polícia, a festa teria começado na parte da tarde e se estendido ao longo da noite.

Outros vídeos e fotos ganharam repercussão e a prefeitura ficou sabendo do caso. De acordo com a assessoria de imprensa da administração municipal, a Polícia Militar esteve no local, mas até o momento não deu detalhes da ação dos militares.

Surtos de infecção

Lavras está na onda vermelha do Programa Minas Consciente e tem 4.663 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Até agora, foram registradas 76 mortes pela doença. Nos últimos 10 dias, a cidade teve um salto de mais de 500 casos positivos de Covid-19 e outros seis óbitos.

Neste cenário, o município segue com 100% dos leitos de UTI Covid-19 ocupados. Dentre os registros positivos, 39 são idosos e quatro funcionários do asilo Casa do Vovô. Segundo a instituição, todos os internos receberam as duas doses da vacina contra o novo coronavírus e 38 estão assintomáticos. Apenas um interno precisou de observação hospitalar.

“Nossos vovôs estão bem e sob cuidados e acompanhamento clínico! Esperamos que tudo fique bem logo! Contamos com o apoio de toda a comunidade”, disse publicação da instituição nas redes sociais do asilo.

Ainda de acordo com a instituição, a morte de um idoso na última terça-feira (11) ainda é investigada. A vítima tinha 77 anos e comorbidades. O idosos apresentou sintomas no começo do mês e teve o teste positivo no dia do óbito.

MAIS NOTÍCIAS