Feira Hippie em BH: pesquisa mostra que feirantes e frequentadores preferem novo layout

Na pesquisa, foi feito um formulário on-line composto de 15 questões, divididas em seções conforme perfil do entrevistado

Feira Hippie em BH: pesquisa mostra que feirantes e frequentadores preferem novo layout
Feira Hippie em Belo Horizonte. (Foto: Sara Zeferino)

Em pesquisa, com formulário on-line, realizada dos dias 9 de junho a 7 de julho, a Prefeitura de Belo Horizonte recebeu 1.836 respostas que mostram que feirantes e frequentadores da Feira Hippie, na avenida Afonso Pena, preferem o novo layout. O novo desenho foi implantado em meados de 2020 e privilegia espaço amplo para circulação na feira entre as barracas e a boa visibilidade dos locais de compra.

Foram consultadas pessoas que tenham tido pelo menos um contato com a Feira na atual disposição das barracas, sejam elas feirantes, consumidores e visitantes, prestadores de serviços, participantes de manifestações artístico-culturais e residentes do entorno imediato. Para isso, foi feito um formulário on-line composto de 15 questões, divididas em seções conforme perfil do entrevistado.

Foram questionados os níveis de satisfação em relação a diversos aspectos da atual disposição da Feira, como a setorização dos produtos, facilidade de identificação das barracas, localização dos setores de alimentação, fiscalização, segurança e limpeza da Feira, dentre outros. A sondagem também coletou a opinião sobre o que deve ser considerado prioritário no processo de definição do novo layout, como por exemplo, espaços amplos para circulação, garantia de que as barracas tenham boa visibilidade aos visitantes, definição quanto à localização das áreas de alimentação, espaços para manifestações culturais e outros.

Resultados da pesquisa

Entre os consumidores e visitantes, 58,4% querem espaços mais amplos para a circulação, outros 21,4% esperam que o novo layout garanta que todas as barracas de artesanato e produtos variados tenham boa visibilidade e 10% preferem que os setores de alimentação sejam alocados no eixo principal da avenida Afonso Pena. Há ainda 7,7% que querem prioridade no espaço de descanso e permanência e 2,6% para manifestações artístico-culturais.

Entre os feirantes, 60% opinaram que a prioridade da definição do novo layout seja garantir que todas as barracas de artesanato e produtos variados tenham boa visibilidade aos visitantes e 25,3% que os espaços para circulação sejam amplos. Alocar os setores de alimentação no eixo principal da Afonso Pena deve ser a prioridade para 11,2%, e para 2,3% o espaço para manifestações artístico-culturais. Há ainda 1,3% que defendem que o espaço de descanso e permanência deve ser alvo de mais atenção.

A pesquisa mostra ainda que, considerados todos os públicos, a Feira Hippie tem a maioria como “muito satisfeita” em relação à setorização dos produtos e facilidade de identificação das barracas. Mesmo entendimento em relação à localização dos setores de alimentação.

MAIS NOTÍCIAS