Fique de olho: Caixa anuncia 10 mil novas vagas de emprego

Banco prevê contratação estagiários, aprendizes, recepcionistas e vigilantes; bem como concurso público para 4 mil novos funcionários

Fique de olho: Caixa anuncia 10 mil novas vagas de emprego
Prédio da Caixa Econômica Federal em Brasília. Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Nessa segunda-feira (19), a Caixa Econômica Federal anunciou a contratação de 10 mil novos colaboradores e um concurso público para selecionar parte desses funcionários. O edital, que deve ser lançado em setembro, prevê vagas para empregados e terceirizados.

Por meio das redes sociais, o presidente do banco, Pedro Guimarães explicou como serão distribuídas essas vagas.

“Vamos contratar mais de 10 mil pessoas. Destas, 4 mil serão novos empregados: 3 mil dependem da autorização da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST) e mil vagas serão PcD (pessoa com deficiência). Além disso, são 5,2 mil para estagiários e aprendizes; e 800 vagas para recepcionistas e vigilantes”, detalha.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por CAIXA (@caixa)

Ainda de acordo com nota oficial da Caixa, esses postos de trabalho visam reforçar o atendimento nas 250 novas unidades que serão abertas até o final do ano em todo país. Assim, o banco reforça sua máxima de que é “de todos os brasileiros”.

Como funcionarão as contratações

Os 4 mil novos empregados serão selecionados por meio do concurso público que deve ser aberto em setembro. Ainda não foram anunciados os salários, as áreas de atuação e nem as vantagens do contrato. O que se sabe até agora é que destas vagas, serão 3 mil novas contratações e mil empregados PcD.

Para a contratação de adolescentes aprendizes a Caixa Econômica Federal vai recorrer a parcerias com entidades sem fins lucrativos. O banco deve organizar uma seleção por meio de chamamento público. Aquelas que forem escolhidas serão conveniadas para essa finalidade, conforme exige a Lei de Aprendizagem.

Já os estagiários passarão por processo de seleção realizado pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), que é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos. Assim, o CIEE é  reconhecido como entidade de assistência social que possibilita aos adolescentes e jovens ingressar no mundo do trabalho. “Caso seja identificada a necessidade de abertura de mais vagas, novas seleções poderão ser feitas pelo CIEE futuramente”, ressaltou a Caixa.

Por fim, recepcionistas e vigilantes serão contratados a partir de empresa terceirizada, com “alocação de serviço de vigilância e recepcionistas em todo o território nacional, variando de acordo com a demanda das unidades”, finaliza a Caixa.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por CAIXA (@caixa)

MAIS NOTÍCIAS