Homens são condenados por tentar matar policiais em Itabira

A condenação foi proferida nesta semana

Homens são condenados por tentar matar policiais em Itabira
Foto TJMG
O conteúdo continua após o anúncio


Dois homens foram condenados pelo Tribunal do Júri pela prática de tentativas de homicídio contra cinco policiais militares, além de roubo, receptação, associação criminosa e resistência, crimes praticados em julho de 2020, em Itabira.

Um dos réus foi condenado à pena de 49 anos, oito meses e 20 dias de reclusão, já o outro a 44 anos, três meses e 15 dias de prisão, ambos em regime fechado.

Segundo o Ministério Público, que ofereceu a denúncia, outras duas pessoas também foram condenadas pelo Júri. Um terceiro réu foi condenado a 10 anos de reclusão pelos crimes que antecederam às tentativas de homicídio; e uma mulher, a um ano e quatro meses de prisão, por ter auxiliado os demais envolvidos a se esconderam da polícia. Ela terá o direito de recorrer em liberdade, porém, os demais condenados, permanecem presos.

O Ministério Público relatou na denúncia que os crimes foram praticados no dia 15 de julho, quando os três homens invadiram uma residência com o uso de arma de fogo e grave ameaça aos moradores. Eles roubaram celulares, monitores, televisores e fugiram levando o veículo que estava estacionado na rua.

Durante a fuga, os bandidos depararam com os policiais e, na tentativa de assegurar a impunidade e vantagem do crime, eles atiraram contra os militares. A denúncia relata ainda que os investigados conseguiram escapar do cerco da polícia e se esconderam em uma residência no bairro Gabiroba, onde também efetuaram mais disparos contra os policiais, que revidaram.

Os três homens foram presos quando tentavam fugir do local, onde a polícia apreendeu armas e munições. No decorrer das investigações, foi apurado pela Polícia Civil que os denunciados se associaram com o objetivo de cometer crimes, uma vez que são membros de uma organização criminosa estabelecida na cidade e que estão em disputa pelo tráfico de drogas na região do bairro Nova Vista.

MAIS NOTÍCIAS