Ipatinga: PM promove solenidade e entrega das boinas para os alunos

Cerimônia foi realizada na última terça-feira (10)

Ipatinga: PM promove solenidade e entrega das boinas para os alunos
Foto: Divulgação

Em solenidade no pátio do 14º Batalhão nesta terça-feira (10), o Comando da 12ª Região de Polícia Militar (RPM), em Ipatinga, concluiu mais uma etapa do Curso de Formação de Soldados (CFSD) com a entrega das boinas e apresentação da Bandeira Nacional para os 59 discentes. Esse momento representa o início da carreira policial militar, com a apresentação de valores importantes para corporação, como patriotismo e respeito.

O comandante da RPM, coronel Juliano Fábio Lemos Dias, ressaltou que, após essa fase do curso, os soldados de segunda classe, além da boina, receberam também a tarjeta de identificação, e eles já passam a usar a farda. Os discentes ainda estão em fase de preparação para o início do estágio operacional supervisionado.

De acordo com o coronel, a cerimônia de entrega da boina tem todo o simbolismo, já que se busca incentivar, desde a formação, o sentimento de pertencimento. “Temos que trazer desde os primeiros dias de caserna o patriotismo para os nossos militares. Hoje, já com a farda completa, eles já podem sentir o que é essa segunda pele, e temos orgulho de mostrar para eles o que é vestir a farda da Polícia Militar de Minas Gerais”.

No decorrer da cerimônia, os padrinhos e madrinhas entregaram as boinas para os alunos. Em seguida, os discentes executaram a primeira continência fardados a bandeira, como forma de respeito, e fizeram o juramento ao pavilhão nacional.

Para o soldado de 2ª Classe, Santiago, é emocionante receber a boina e usar a farda completa, já que essa é identificação maior de um militar perante a sociedade. “Sentimos que temos cara de policial militar. O que levanta nosso moral, já que ainda estamos em pleno processo de formação para proteger a população mineira. Temos um caminho pela frente até a formatura no mês de novembro. Já aprendemos muito e ainda temos muito que aprender, para depois de formados entregarmos o nosso melhor”.

*Com informações da Polícia Militar

MAIS NOTÍCIAS