Itabiranos viajam ao Rio de Janeiro para disputar campeonato nacional de Taekwondo

Município será representado por seis esportistas

Itabiranos viajam ao Rio de Janeiro para disputar campeonato nacional de Taekwondo
Atletas viajaram ao Rio de Janeiro na última segunda-feira. Foto: Divulgação
O conteúdo continua após o anúncio


Seis atletas itabiranos de Taekwondo viajaram ao Rio de Janeiro na última segunda-feira com uma missão importantíssima. Eles participarão do Super Campeonato Brasileiro de Taekwondo, a primeira competição nacional da modalidade realizada presencialmente após o início da pandemia. Representarão o município e o estado de Minas Gerais os seguintes nomes: Marjorye Torres (categorias Luta e Poomsae), Pedro Henrique (Luta e Poomsae), Davi Vinícius (Luta e Poomsae), Samuel Dreyfus (Luta), Welton Pinho (Poomsae) e Namuetcha Silva (Poomsae). Os dois últimos competirão individualmente e em dupla, executando o mesmo movimento de maneira sincronizada.

O campeonato, organizado pela Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD), começará hoje (24) e prosseguirá até o próximo domingo (28), com cerca de 1300 competidores de todo o país. Por se tratar da primeira competição a nível nacional feita presencialmente, várias medidas sanitárias serão adotadas. Entre elas, a apresentação de teste negativo para a Covid-19 e um termo assinado, no qual o participante deverá confirmar que não teve contato com pessoas que testaram positivo para o vírus ou apresentaram sintomas da doença nos últimos dias.

Taekwondo
Foto: Divulgação

Ao lado dos seis atletas, o mestre Daú Primo estará na comitiva itabirana no Rio de Janeiro. Ele comentou sobre as expectativas para o torneio, que garante aos três melhores colocados uma vaga no Grand Slam 2022. Este, por sua vez, oferece aos vencedores a chance de representar a seleção brasileira da modalidade.

“A expectativa é enorme. Minas Gerais vai com uma equipe muito grande, os atletas tiveram tempo de se preparar muito bem para esta competição. A gente espera que Minas Gerais volte a ficar no topo do ranking nacional, esperamos o rendimento máximo desses atletas”, afirma Daú.

Já o professor Welton Pinho, que também marcará presença no Velódromo e no Parque Olímpico, exalta a chance do início de um novo ciclo para alguns dos esportistas da cidade.

“Vale ressaltar que, embora tenhamos participado de campeonatos regionais em setembro, esse é o primeiro campeonato nacional que acontece ‘pós pandemia’. Então muitos atletas começarão um novo ciclo a nível nacional”, enfatiza.

Taekwondo
Foto: Divulgação

MAIS NOTÍCIAS