Iveco contrata 478 trabalhadores para produção de veículos comerciais

Em outubro de 2020, a montadora já havia contratado 272 temporários para a fábrica. Em cinco meses, a indústria criou 750 novas vagas

Iveco contrata 478 trabalhadores para produção de veículos comerciais
Foto: Divulgação / Iveco

Em meio a crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus, a Iveco anunciou, nessa sexta-feira (29), a contratação de 478 trabalhadores temporários para atuar no complexo industrial da empresa em Sete Lagoas, na região Central do Estado.

Os novos colaboradores vão reforçar a produção de veículos comerciais, que têm sido bastante procurados. Em outubro de 2020, a Iveco já havia contratado 272 temporários para a fábrica. Em cinco meses, a corporação criou 750 novas vagas.

+ Multinacional de recursos humanos anuncia 2 mil vagas em Minas Gerais

Para Márcio Querichelli, líder da Iveco na América do Sul, esse movimento prepara a montadora para os desafios de 2021. Há a perspectiva de aumento da demanda por caminhões nos segmentos, principalmente, de varejo, agronegócio e vocacionais.

O conteúdo continua após o anúncio

+ De hoje não passa! Confira as vagas disponíveis no Sine Itabira

“Nosso time está pronto para manter a Iveco em alta e as contratações são necessárias para atendermos o crescimento do mercado. Esse é o resultado do novo momento da montadora no país, consolidando fortes investimentos e a renovação de seu line-up nos últimos anos”.

+ Câmara de Itabira abre inscrições para processo seletivo com salário de até R$ 3 mil

Histórico

Inaugurada em 2000, a fábrica da Iveco foi planejada a partir dos conceitos do World Class Manufacturing (WCM), um dos mais elevados padrões de qualidade da indústria global para o gerenciamento integrado de fábricas e produção, e tem como destaque o Centro de Desenvolvimento de Produto (CDP), que reúne especialistas de diversas áreas com o objetivo de desenvolver novas tecnologias e produtos que proporcionam mais produtividade para o operador com eficiência energética.

<

MAIS NOTÍCIAS