LOA 2020 prevê investimentos no Distrito Industrial, abatedouro e outros projetos em Monlevade

Remédios a domicílio e custeio do Posto de Perícia Integrada também constam no documento

LOA 2020 prevê investimentos no Distrito Industrial, abatedouro e outros projetos em Monlevade
Entrada do Distrito Industrial em Monlevade – Foto: Cíntia Araújo/DeFato Online

A Prefeitura de João Monlevade encaminhou à Câmara de Vereadores a Lei Orçamentária Anual (LOA), referente ao ano de 2020. Alguns pontos chamam a atenção.

A LOA é uma previsão de receita e despesas dos governos. Conforme documento apresentado aos vereadores, o orçamento para o próximo ano é estimado em R$233 milhões. Destes, estão previstos R$1,5 milhão no Distrito Industrial da cidade, e o mesmo valor para o Abatedouro. Ainda são previstos R$100 mil para o novo canil e o mesmo valor para manutenção do Parque do Areão.

O conteúdo continua após o anúncio

No que diz respeito à construção e reestruturação de praças e jardins públicos, a Prefeitura prevê R$280 mil em investimentos. A manutenção destes mesmos espaços têm previsão orçamentária de R$317 mil.

Entrega de medicamentos a domicílio

Uma das propostas do Plano de Governo da prefeita Simone Carvalho Moreira (PSDB), é a entrega de remédios a domicílio. Para este projeto, a Prefeitura quer disponibilizar R$30 mil em 2020. Ainda na área da saúde, o Executivo prevê ajuda de custo de R$90 mil para manutenção do Posto de Perícia Integrada (PPI). O projeto de Lei que cede área pública para o PPI está parado na Comissão de Finanças e Orçamento do Legislativo monlevadense, pois é aguardado retorno de ofício por parte do Governo do Estado.

MAIS NOTÍCIAS