Meninos de Minas celebra sucesso do álbum “êh Minas…” com live no Pico do Amor

Direto de um dos pontos turísticos mais importantes de Itabira, a live “êh Minas… Ao Vivo” revisita com novos arranjos o repertório do álbum lançado em fevereiro

Meninos de Minas celebra sucesso do álbum “êh Minas…” com live no Pico do Amor
Foto: Vini Brown
O conteúdo continua após o anúncio


No projeto Meninos de Minas todo dia é dia alegria, assim como cantam em uma de suas canções: “bate tambor, bate tambor, hoje é dia de alegria”, e não poderiam deixar de celebrar o sucesso do terceiro disco lançado em fevereiro de 2021 fazendo o que mais amam — cantando e tocando! No próximo domingo (1º), às 15h, o grupo presenteia o público com mais uma live, desta vez direto do Pico do Amor, um dos pontos turísticos mais importante de Itabira.

Na apresentação, o grupo revisita o repertório do último álbum lançado e apresenta novos arranjos construídos especialmente para a live “êh Minas… Ao Vivo”. A transmissão será no canal do Meninos de Minas no YouTube.

Em 26 de julho, o grupo completou cinco meses de lançamento do seu terceiro álbum: “êh Minas…” — que marcou a estreia nas plataformas digitais e integrou a campanha “Nós aos 21”, que festejou durante quatro meses os 21 anos de criação do projeto e levou ao público os clipes “A Voz” e “Palavra Muda”, o e-book “Nós aos 21”. Além das lives “Meninos de Minas Convida” e “Meninos de Minas canta Newton Baiandeira”. Também fora disponibilizadas mais de 300 vagas gratuitas em oficinas, lives “Tambor de Prosa”, no Instagram.

Com a tour virtual “êh Minas…”, o Meninos de Minas já se apresentou até agora em festivais como Samba Fest, de Hartford nos EUA; Festival de Folclore, de Jequitibá; Festival No Ingoma; e do 47º Festival de Inverno de Itabira.

“’êh Minas…’ é um show de mineiridades, desde as canções aos compositores e compositoras. Resgatando nossa ancestralidade nos ritmos oriundos do congado e mostrando a potência da nova cena musical mineira. Apresentaremos nesse show novos arranjos, buscando dar uma experiência riquíssima para quem já escutou nosso álbum e mostrar a versatilidade do grupo Meninos de Minas”, conta o diretor musical, Bruno Messias.

Sobre o álbum “ê Minas…”

Gravado em Itabira, Berlin, na Alemanha, e Serpa, Portugal, “êh Minas…” é o terceiro álbum do Meninos de Minas e mostra algumas marcas registradas do grupo: honra aos mestres, canto às tradições de Minas Gerais, valorização dos compositores mineiros e das músicas e ritmos oriundos do Congado. Além de expressar a força dos tambores, patangomes, gungas, cordas e vozes.

O álbum apresenta arranjos sob a ótica do coletivo, trazendo composições de domínio público (“Canto de Moçambique 2” e “No Tempo do Cativeiro”) e, também, de mestres como Vander Lee (“A voz”), Newton Baiandeira (“O Trem que Leva Minas”), Maurício Tizumba (“Devagar com o Andor”, “Pedra que Brilha” e “A Criação”), Sérgio Pererê (“Velhos de Coroa”) e de representantes da nova cena mineira: as jovens Maíra Baldaia (“Negra Rima”, parceria com Elisa de Sena, e  “Palavra Muda”, parceria com Verônica Zanella) e Brenda Alaís (“Saudade de Minas”).

A direção musical é de Bruno Messias, que começou ainda criança como aluno no projeto, se formou em música e, hoje, é educador musical. E quem assina a coordenação geral do projeto é Cléber Camargo Rodrigues.

O álbum ganhou dois videoclipes que contam o que é o Meninos de Minas. “Palavra Muda”, composição de Maíra Baldaia e Verônica Zanella, ganhou uma animação criado por Tina Perrone.

Já “A Voz”, composição de Vander Lee e que abre o disco, ganhou clipe com direção de Daniel Brígido e direção de fotografia de Clara França.

* Com informações do projeto Meninos de Minas.

MAIS NOTÍCIAS