Metabase mostra indignação com proposta, mas trabalhadores aprovam reajuste da Anglo American

Assembleias ocorreram no fim da última semana, em Conceição do Mato Dentro

Metabase mostra indignação com proposta, mas trabalhadores aprovam reajuste da Anglo American
Trabalhadores da Anglo American aceitaram proposta da empresa – Foto: Divulgação/Metabase

Trabalhadores da Anglo American aprovaram, no último fim de semana, a proposta de acordo coletivo oferecido pela empresa. Apesar do posicionamento contrário adotado pelo Sindicato Metabase, 71,7% dos funcionários que compareceram às urnas concordaram com os termos apresentados pela mineradora.

A proposta aprovada inclui 4% de reajuste salarial, retroativos a setembro; reajuste de 4% no piso salarial; aumento de 5% no cartão-alimentação, que passa a ser de R$ 630; abono de R$ 1,2 mil pago em até 10 dias após a assinatura do acordo; 13º crédito no cartão-alimentação, com valor já reajustado, pago em dezembro; substituição do lanche ao fim do turno das 7 da manhã pelo crédito de R$ 8; reajuste no auxílio-creche/babá em 4% e licença paternidade de dez dias corridos.

Mais de 1,2 mil trabalhadores votaram nas assembleias realizadas em Conceição do Mato Dentro. O número de trabalhadores favoráveis à proposta foi de 912. Outros 356 (28%) rejeitaram o acordo, enquanto dois votaram em branco, um anulou e dois se abstiveram de votar.

Outra votação coordenada pelo Sindicato Metabase abordou a criação de um novo turno e a celebração de um termo de quitação, que, caso o funcionário opte por assinar no ato de sua demissão, impede o trabalhador de ingressar com uma ação contra a empresa. O total de votantes chegou a 629: 386 foram favoráveis e 237 contrários; 6 votaram em branco.

Mais de 1,2 mil trabalhadores aprovaram acordo coletivo – Foto: Divulgação/Metabase

Metabase foi contra proposta

A direção do Sindicato Metabase se mostrou indignada com a oferta de acordo apresentada pelo Anglo American. Os índices foram costurados após mais de dois meses de negociação. O presidente André Viana, baseado em estudos contratados pela entidade, afirma que a média salarial na mineradora tem despencado com o passar dos anos.

O conteúdo continua após o anúncio

“Nossos estudos mostram uma perda salarial acumulada em quase 50% considerando a inflação entre os anos de 2013 e 2019. Houve também uma queda absurda da remuneração nesse período. A empresa oferecer um reajuste de 4% é um desrespeito com a categoria”, criticou o líder sindical, que, apesar do posicionamento, disse respeitar a decisão da assembleia.

Aprovação foi expressiva, apesar de protestos do Metabase – Foto: Divulgação

Horas in itinere

Outro tema debatido pelo Metabase com os trabalhadores da Anglo American foi com relação ao pagamento das horas in itnere, que é o tempo gasto pelos funcionários no deslocamento de casa ao trabalho e vice-versa. A reforma trabalhista acabou com esse dispositivo, mas o Jurídico do sindicato conseguiu no Tribunal Superior do Trabalho (TST) a revogação da medida.

De acordo com a coordenadora do Departamento Jurídico do Metabase, Dafne Andrade, as ações relativas a trabalhadores da Anglo American são dividas em grupos de 5, 10 e 20 requerentes e cada uma está em uma fase processual diferente.

“Ou seja, não há um processo com o nome de todos os trabalhadores da empresa e sim processos que estão em fase inicial, outros em fase de recursos no TST e outros que estão em fase de liquidação e apuração de valores. Alguns trabalhadores já receberam os valores pertinentes”, comentou.

A advogada ainda disse que “é necessário ter paciência, uma vez que é sabido por todos que a justiça brasileira é mesmo morosa”.

MAIS NOTÍCIAS