Morte de universitário causa comoção em Santa Bárbara

A morte do estudante Raony Kellyton Gonçalves, 24 anos, causou comoção em pessoas ligadas à Igreja Católica, em Santa Bárbara. O jovem era ativo em movimentos religiosos, como grupo de oração e pastorais. Arlete do Nascimento da Conceição, coordenadora grupo de oração da Renovação Carismática do município, convivia com Raony há mais de sete anos. […]

Morte de universitário causa comoção em Santa Bárbara
Raony Kellyton Gonçalves estudava Direito na UniBH e faleceu em um acidente nesta quarta-feira (5). – Foto: Reprodução Facebook|Raony Kellyton Gonçalves tocava violão em movimentos da Igreja Católica – Foto: Reprodução Facebook||

A morte do estudante Raony Kellyton Gonçalves, 24 anos, causou comoção em pessoas ligadas à Igreja Católica, em Santa Bárbara. O jovem era ativo em movimentos religiosos, como grupo de oração e pastorais. Arlete do Nascimento da Conceição, coordenadora grupo de oração da Renovação Carismática do município, convivia com Raony há mais de sete anos. Segundo ela, “ele colocava Deus em primeiro lugar”.

“Eu conhecia o Raony há muito tempo. Posso falar que ele era uma pessoas cheia de vida, tinha um grande desejo de servir à Deus, no entanto que ele além de ser do grupo de orações participava de vários movimentos pastorais quando era convidado a tocar. Ele estava sempre disposto, ele nunca falava não. O que ele queria mesmo era levar a mensagem de Deus através da canção”, comentou Arlete do Nascimento.

Raony Gonçalves tocava violão nos movimentos da Igreja Católica há cerca de sete anos. A lembrança que fica, segundo a coordenadora do grupo de oração, de um jovem prestativo.

“Sempre que a gente precisava ele estava disposto. Já chegou até a faltar a aula para tocar em algum evento da igreja. Ele era uma pessoa que colocava Deus em primeiro lugar. Ele gostava de participar do grupo de oração, falava que tudo que tinha aprendido sobre a palavra de Deus era no grupo de oração”, contou a coordenadora do movimento.

Jovem estudioso

Raony Gonçalves cursava o 5º período Direito na Uni-BH. Recentemente havia passado em 1º lugar para o Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional do Ministério Público, para a Promotoria de Justiça da Comarca de Santa Bárbara.

O jovem também havia sido classificado, em sétimo lugar, para um estágio na Prefeitura de Santa Bárbara. Entretanto, até o presente momento, só foram convocados os dois primeiros colocados.

Ele enfrentava a BR-381 todos os dias em uma viagem de aproximadamente de 3h entre Santa Bárbara e Belo Horizonte. “Ele estudava para fazer concurso, ser servidor público e também continuar a servindo à Deus. Ele tinha o sonho de casar, decidiu ir estudar a noite para poder trabalhar já pensando no futuro, pensando em casar. Namorava há muito tempo”, concluiu Arlete do Nascimento.