PM prende dupla que se passava por integrantes do Governo de Minas

Eles utilizavam um carro “fake” para aplicar golpes em município do interior

PM prende dupla que se passava por integrantes do Governo de Minas
Foto: Polícia Militar/Divulgação

Nesta quarta-feira (24), a Polícia Militar prendeu dois homens e apreendeu um veículo e objetos ilícitos na comunidade rural Rio dos Bois, no município de Chapada Gaúcha, interior mineiro. Os policiais obtiveram informações que a dupla, utilizando um suposto carro oficial da frota do Governo de Minas Gerais, estava realizando reuniões com o propósito de oferecer gratuitamente “pedaços de terras” e a liberação de crédito fundiário com a inclusão de novos associados na “Associação Terra Prometida Nova Aliança”.

Ainda de acordo com as informações dos militares do 28º BPM, eles exigiam a contribuição de R$130 por pessoa, com a promessa de entregar terras em local ainda não definido e a liberação de um crédito de R$158.000, porém, não ofereciam nenhum recibo dos pagamentos das contribuições.

Os policiais militares deslocaram até a comunidade rural onde estava acontecendo uma reunião. No local, havia um “escritório” improvisado na varanda de uma casa, um veículo GM/Montana com adesivos da frota do Estado de Minas Gerais, onde os homens de 51 e 52 anos foram abordados.

Os homens, que estavam cadastrando candidatos para realizar um projeto, com a proposta de crédito fundiário “Terra Brasil” do Governo Federal, não exigiam pagamentos, apenas solicitavam doações para custear gastos com a associação. Os golpistas fizeram fichas com brasões da República Federal e Governo Federal com a intenção de parecer um documento público oficial. Sobre o veículo, os homens disseram que foi uma doação do Governo Estadual anterior, a associação fez a plotagem e estavam utilizando desde 2017. 

No “escritório”, foram apreendidos R$410,00 em dinheiro, um notebook e 569 fichas já preenchidas. Outras pessoas relataram que os homens teriam feito estas reuniões em Bonito de Minas, Pintópolis e outros municípios do Norte e Noroeste de Minas. Os homens foram presos por estelionato, fraude e falsidade ideológica. Eles foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Unaí com o material apreendido. O veículo estava com a documentação do ano de 2019, registrado em nome da Associação Terra Prometida Nova Aliança, foi removido ao pátio credenciado pelo Detran/MG.

*Com informações da Polícia Militar de Minas Gerais

MAIS NOTÍCIAS