Polícia Civil detém 17 pessoas durante operação Pandemia-12

A operação aconteceu simultaneamente em toda região do 12º Departamento de Polícia Civil com sede em Ipatinga

Polícia Civil detém 17 pessoas durante operação Pandemia-12
Foto Divulgação PCMG

Uma operação da Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (21), denominada Pandemia-12, resultou na prisão de 15 pessoas e na apreensão de dois adolescentes. As ações policiais foram desenvolvidas em toda região do 12º Departamento de Polícia Civil em Ipatinga. Na cidade de Itabira, foram presos suspeitos de tráfico de drogas, homicídio e posse ilegal de arma de fogo.

A operação contou com o efetivo de 180 policiais, entre delegados, escrivães e investigadores, que se distribuíram em 50 viaturas, com o objetivo de cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão expedidos pelo Tribunal de Justiça, em desfavor de investigados por crimes de homicídio, roubo e tráfico de drogas.

Segundo a polícia, foram apreendidas várias substâncias, entre elas maconha, “lança perfume”, cocaína e crack, além de armas de fogo, entre elas revólver, espingarda, carabina, cartucheira e de fabricação artesanal. A Polícia Civil acredita que essas ações trás uma redução dos crimes violentos e aumenta a sensação de segurança da população.

O conteúdo continua após o anúncio
Foto Divulgação PCMG

Em Itabira, os policiais cumpriram um mandado de prisão e detiveram um homem, de 36 anos, no bairro Boa Esperança, acusado de descumprir medida protetiva expedida pela justiça em favor de sua ex-companheira; No bairro Pedreira, um homem, de 23 anos, suspeito de ser autor de homicídio, também foi preso; No gabiroba, os policiais apreenderam uma arma e um homem, de 20 anos, foi preso por posse ilegal do armamento.

Os civis também cumpriram ordens judiciais na cidade de Catas Altas, onde um casal é investigado pela prática de fraudes às licitações de diversas cidades em Minas Gerais. Na casa dos investigados foram apreendidos computadores, celulares e documentos relativos a contratos, notificações e propostas.

Segundo a polícia, o nome da operação faz alusão à disseminação do COVID-19 no mundo, em relação ao numeral 12, se refere ao 12º Departamento de Polícia Civil que é responsável por essa região do estado.

MAIS NOTÍCIAS