Prefeitura de Monlevade aguarda manifestação do Ministério Público sobre leilão de bens públicos

Processo de Credenciamento de Leiloeiros foi cancelado em 2019. Novo somente seria aberto após Prefeitura apresentar lista dos bens

Prefeitura de Monlevade aguarda manifestação do Ministério Público sobre leilão de bens públicos
Prédio segue fechado e pode constar na lista de bens a serem leiloados pela Prefeitura – Foto: Cíntia Araújo/DeFato Online

O leilão de imóveis públicos de João Monlevade não foi descartado pela Prefeitura. Na verdade, o Executivo afirmou que aguarda manifestação complementar do Ministério Público sobre o assunto. A reportagem da DeFato questionou a assessoria de Comunicação do Executivo sobre a relação de bens que vinha sendo elaborada por comissão de servidores. A Prefeitura limitou-se a informar que aguarda manifestação do MP.

Ao menos desde agosto de 2019 o Executivo vinha fazendo um levantamento minucioso sobre os bens e imóveis da cidade, inclusive das áreas permissionadas aos empresários. O Executivo chegou ainda a abrir Processo de Credenciamento de Leiloeiros. Contudo, a comissão de credenciamento, após questionamentos dos participantes, decidiu encerrar o processo. Além disso, outro somente seria aberto a partir da disponibilização da lista de imóveis por parte da Prefeitura.

O conteúdo continua após o anúncio

Prédios fechados

Dentre os prédios que se encontram fechados e podem ir a leilão estão o da antiga delegacia de Polícia. O local, que já sediou a Câmara de João Monlevade, está fechado desde março de 2018. Próximo a este prédio outra construção encontra-se fechada: o Centro de Referência em Saúde Bucal (Cresb). Fechado para reforma em agosto de 2018, o Cresb deveria reabrir em outubro do mesmo ano. No entanto, a reabertura foi descartada pela Prefeitura.

MAIS NOTÍCIAS