Primeiro simulado de emergência da Unifei evacua prédio em 15 minutos

Um simulado de emergência chamou atenção de quem esteve na manhã desta segunda-feira (10) na Universidade Federal de Itajubá (Unifei), campus Itabira. Membros do Corpo de Bombeiros e  do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) simularam um incêndio com vítimas em um dos prédios do campi da universidade. Toda a ação levou em torno […]

Primeiro simulado de emergência da Unifei evacua prédio em 15 minutos
Primeiro simulado da Unifei foi idealizado pelos alunos do 10º período do curso de Engenharia de Saúde e Segurança – Foto: Thamires Lopes/DeFato Online|||||||||||||||||||||||||Primeiro simulado da Unifei foi idealizado pelos alunos do 10º período do curso de Engenharia de Saúde e Segurança – Foto: Thamires Lopes/DeFato Online||||||||||

Um simulado de emergência chamou atenção de quem esteve na manhã desta segunda-feira (10) na Universidade Federal de Itajubá (Unifei), campus Itabira. Membros do Corpo de Bombeiros e  do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) simularam um incêndio com vítimas em um dos prédios do campi da universidade. Toda a ação levou em torno de 15 minutos.

Esta foi a primeira vez que a Unifei recebeu o treinamento. Cerca de 100 pessoas, entre alunos, professores e servidores participaram do simulado, que é uma atividade do trabalho de conclusão do curso de Engenharia de Saúde e Segurança. A ação foi coordenada pelo tenente Marlon Pinho Medeiros de Aguiar, comandante do 6º Pelotão do Corpo de Bombeiros em Itabira. Do quartel até a Unifei, os militares levaram 12 minutos para chegar ao local.

Situação de emergência

O treinamento foi semelhante ao que deve ser feito em uma situação real de emergência. Antes do simulado, tenente Medeiros se reuniu com todos envolvidos no treinamento para explicar os protocolos que deveriam ser seguidos. O prédio que foi evacuado tem quatro andares.

Os participantes foram divididos em duas turmas. Uma ficou em uma sala no quarto andar e outra, no terceiro. Brigadistas da Unifei auxiliaram no momento da evacuação. O simulado iniciou com o soar de um alarme. Neste momento, em fila e com calma, aqueles que estavam no terceiro andar desceram por uma escada externa. Já os quem estava no quarto andar desceu pela escada interna. Ao deixarem o prédio, todos se encontraram em um ponto de encontro determinado anteriormente.

“Poder difundir essa cultura de prevenção com os alunos, funcionários e servidores da Unifei foi uma experiência excelente. No caso de uma ocorrência de incêndio, as pessoas tendem a não pensar racionalmente. Então, eles vão fazer o que treinam. O simulado foi um sucesso. O prédio foi evacuado com segurança, ninguém se machucou, ninguém ficou assustado”, comentou tenente Medeiros.

Expectativas

Para Luciana de Melo Gomides, professora do curso de Engenharia de Saúde e Segurança da Unifei, o simulado superou as expectativas. “Teve alguns erros, mas, por ser o primeiro, posso dizer que foi um sucesso. A gente já tem outros alunos fazendo mais projetos para a Unifei e acho que, após esse simulado, vamos reunir com os brigadistas e programar novos treinamentos, incluindo os demais alunos e prédios do campus”, destacou a professora.

O conteúdo continua após o anúncio

Júlia Barbosa Domingues é aluna do 10° período de Engenharia de Saúde e Segurança da Unifei e o simulado é parte integrante do seu trabalho de conclusão de curso. “A gente decidiu fazer uma análise da área de prevenção e combate a incêndio da Unifei, tendo em vista que muitas universidades já tiveram incidentes trabalhados por fogo. O campus de Itajubá, por exemplo, já teve o auditório incendiado. Então, queremos montar uma visão do panorama para poder aplicar em outras universidades”, ponderou a estudante.

Medida preventiva

Simulações parecidas já foram realizadas no prédio da Prefeitura de Itabira e no Fórum Desembargador Drumond. Antes de realizar o treinamento com os alunos, professores e servidores da Unifei, o tenente Marlon Pinho Medeiros de Aguiar, comandante do 6º Pelotão do Corpo de Bombeiros em Itabira, comunicou à Polícia Militar e outros órgãos de segurança pública sobre o simulado.

Segundo ele, a medida foi preventiva, a fim de evitar notícias falsas relacionadas à situação das barragens. “Esse foi um simulado de evacuação em caso de incêndio, nada tem a ver com a questão das barragens de Itabira. A cultura de prevenção é sempre importante passarmos para as pessoas. Então, o acionamento prévio dos órgãos é importante para que situações adversas não ocorram”, frisou tenente Medeiros.

Veja as fotos do 1º simulado de evacuação de emergência da Unifei:

[foogallery id=”191186″]

 

MAIS NOTÍCIAS