Projetos sociais de Minas Gerais serão contemplados com ingressos para a Copa América

Beneficiários de programas e ações sociais da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) serão contemplados com ingressos disponibilizados pela Conmebol para os jogos entre Bolívia e Venezuela, às 16h neste sábado (22), e entre Equador e Japão, na próxima segunda-feira (24), às 20h, ambos no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Os jogos são válidos […]

Projetos sociais de Minas Gerais serão contemplados com ingressos para a Copa América
Mineirão recebe mais dois jogos da primeira fase da Copa América

Beneficiários de programas e ações sociais da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) serão contemplados com ingressos disponibilizados pela Conmebol para os jogos entre Bolívia e Venezuela, às 16h neste sábado (22), e entre Equador e Japão, na próxima segunda-feira (24), às 20h, ambos no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Os jogos são válidos pela Copa América 2019.

Ao todo estão sendo disponibilizados 800 ingressos sociais (400 para cada jogo), que vão beneficiar idosos, pessoas com deficiência e crianças e adolescentes, entre outros, de programas como o Casa Lar da Associação de Pais e Amigos de Excepcionais (Apaes), do projeto Bom na Bola, Bom na Vida (seis núcleos), do Brumadinho Futebol Clube, de ações sociais do Instituto Bacana Demais;  alunos da Utramig e projetos para Pessoas com Deficiência do Cefet/MG e da Escola Municipal Frei Leopoldo.

De acordo com a secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Elizabeth Jucá, a disponibilização dos ingressos sociais vem agregar muito nas atividades da secretaria. “A Conmebol está disponibilizando 400 ingressos para cada jogo para levarmos crianças, adolescentes, pessoas idosas e pessoas com deficiência para assistirem aos jogos. Isso é uma forma de motivá-los no dia a dia, inclusive para a prática de esportes”, enfatiza.

“O objetivo é o de oferecer essa experiência de poder estar em jogos de competição internacional a beneficiários de projetos sociais”, lembra Thiago Souza Santana, superintendente de Fomento e Incentivo ao Esporte da Subsecretaria de Estado de Esportes.

Para o coordenador do Brumadinho Futebol Clube (BFC), Wandercley Eller, cerca de 50 crianças, adolescentes e familiares vão ter a oportunidade de assistir ao jogo de sábado entre Bolívia e Venezuela. “É uma iniciativa muito bacana da Conmebol e da Sedese, porque muitas crianças nunca tiveram condições de assistir a uma competição internacional ou até mesmo de visitar o Mineirão, um dos maiores estádios do Brasil. Vai ser um sonho para essas crianças”, destaca.

“É sensacional essa iniciativa. Como a gente trabalha com meninos muito vulneráveis, essas crianças e adolescentes não teriam como participar de uma competição internacional”, avalia Ana Paula Simen, assistente social do Instituto Bacana Demais, do bairro Concórdia, um dos projetos beneficiados pela Lei de Incentivo ao Esporte que atende a crianças e adolescentes de 5 a 17 anos. O instituto trabalha com o acolhimento social e o fortalecimento de vínculos sociais, familiares e comunitários.

O conteúdo continua após o anúncio

Thiago Jannuzzi, gerente Geral de Competição da Conmebol Copa América Brasil 2019  afirma que essas ações sociais são extremamente importantes. “A Copa América Brasil 2019 é uma competição internacional que envolve um continente e 12 seleções e é o torneio entre países mais antigo do mundo. O futebol é o esporte mais praticado no Brasil e é algo apaixonante e positivo para adultos, crianças e adolescentes.  Além disso, é muito importante impactar e incentivar crianças e adolescentes, que são o nosso futuro, na prática deste e qualquer outro esporte”.

Copa América

A 46ª edição da Copa América, que pela quinta vez está sendo realizada no Brasil, termina no dia 7 de julho. É a mais antiga competição de futebol de seleções do mundo. Sua primeira edição foi em 1916. No pontapé inicial na última sexta-feira (14/6), o Brasil venceu por 3 a 0 a Bolívia.

Em Belo Horizonte, o primeiro jogo aconteceu no domingo (16/6) onde a seleção do Uruguai goleou o Equador por 4 a 0. Ainda estão previstos os jogos Argentina x Paraguai, Bolívia x Venezuela e Equador x Japão que se enfrentam, respectivamente, nos dias 19, 22 e 24 de junho pelos jogos da primeira fase da competição. O estádio receberá também uma das semifinais da disputa, no dia 2 de julho, com possibilidade de um jogo do Brasil, caso a seleção avance em primeiro lugar da sua chave.

Participam da Copa América neste ano Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru Uruguai e Venezuela, além de dois convidados da Ásia: Catar e Japão. As competições estão sendo em Porto Alegre (RS), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG) e Salvador (BA).

O Brasil já foi campeão oito vezes da Copa América e ficou como vice em 11 competições. Das 45 edições, o país participou de 35, tendo vencido 99 disputas e perdido 44 dos 178 jogos dos quais participou.

(Agência Minas)