Rodriguinho revela bastidores da queda do Cruzeiro: ‘Atleta não aceitava ficar no banco, jogava colete e saía do treino’

Armador disse que ambiente ruim foi determinante para o rebaixamento.

Rodriguinho revela bastidores da queda do Cruzeiro: ‘Atleta não aceitava ficar no banco, jogava colete e saía do treino’

O armador Rodriguinho, hoje no Bahia, revelou os bastidores da inédita queda do Cruzeiro para a Série B do Campeonato Brasileiro no ano passado. Em entrevista à ESPN, o meia disse que alguns jogadores não aceitavam ficar no banco de reservas e desrespeitavam o treinador. Ele não citou nomes. 

O conteúdo continua após o anúncio

“Foi se desenhando um cenário caótico. E aquilo ali se refletiu dentro de campo. E muito forte porque estava todo mundo abalado com as coisas que estavam acontecendo. Daqui a pouco começou a ter problema de treinador, problema de jogador com jogador, problema de jogador com treinador… virou uma bagunça! Jogador não aceitava ficar no banco, jogava colete e saía do treino, não ia para a viagem… Virou terra de ninguém! E isso foi cada vez piorando mais”, contou Rodriguinho.

Imagens – Rodriguinho deixou o Cruzeiro para defender o Bahia

MAIS NOTÍCIAS