Situação do estádio Louis Ensch repercute em Monlevade

Vereador afirmou que estádio está no ‘CTI’

Situação do estádio Louis Ensch repercute em Monlevade
Gramado do estádio Louis Ensch não tem condição de receber partidas de futebol – Foto: Cíntia Araújo/DeFato Online

O episódio ocorrido no último fim de semana em João Monlevade, com adiamento de partida de futebol devido à situação precária do estádio Louis Ensch, repercutiu na Câmara Municipal. Os vereadores demonstram preocupação não só com o gramado, mas também com toda a infraestrutura do espaço.

O assunto começou com a fala do membro do Conselho Municipal de Esportes, Antônio de Pádua Figueiredo. Ele, que é cargo comissionado na Secretaria Municipal de Esportes, fez uso da tribuna para defender a Prefeitura. Focado em relatar que o Executivo nada teve com o episódio de cancelamento da partida, Antônio fez questão de ressaltar que a Prefeitura realiza a recuperação do gramado, devido ao período de seca. Outro ponto falado por ele é que durante gestão do ex-prefeito Gustavo Prandini, finalizada em 2012, foi feita cavalgada no espaço, o que danificou a infraestrutura.

Vereadores rebatem

O vereador Gentil Bicalho (PT), que foi secretário de Esportes no governo Prandini, rebateu o conselheiro. Ele concordou que a cavalgada não poderia ter sido feita ali e ainda, que ele e demais secretários tentaram, sem sucesso, impedir o ato. “O estádio está no CTI. Após a cavalgada, o estádio foi recuperado. Isso não é justificativa do atual abandono, afinal, faz 10 anos que isso aconteceu. Falta de investimento para manutenção mínima. O prejuízo registrado atualmente provém exclusivamente de abandono, não de evento”, declarou.

Djalma Bastos (PSD), que também foi secretário naquele governo, foi enfático. “Não sei onde Gustavo (Prandini) estava com a cabeça quando permitiu cavalgada ali. Mas acho que o estádio está largado há muito tempo”, reforçou. Pastor Carlinhos (MDB) também opinou. Segundo ele, a Secretaria Municipal de Esportes é local apenas para garantir empregos. O vereador Guilherme Nasser (PSDB) pediu que os colegas foquem em soluções ao invés de acusações.

Prefeitura se manifesta

A Prefeitura de João Monlevade se manifestou. Segundo o Executivo, a princípio, será feita apenas a recuperação do gramado. “À medida das possibilidades, há previsão de reforma dos vestiários, alambrados e outros setores daquela praça de esportes”, reforçou em texto a Comunicação da Prefeitura.

Confira fotos do estádio registradas na manhã desta quinta-feira:

Galeria de Fotos